Aviação TAP reforça nos EUA com Neeleman a recomendar a todos que visitem Portugal

TAP reforça nos EUA com Neeleman a recomendar a todos que visitem Portugal

David Neeleman reconhece que o dia em que foi anunciada a privatização da TAP foi dos mais impressionantes da sua vida.
A carregar o vídeo ...
Alexandra Machado 20 de junho de 2018 às 10:31

David Neeleman diz-se apaixonado por Portugal e aconselha todos a visitar o país. Num jantar em que a TAP recebeu um reconhecimento da gestora dos cinco aeroportos de Nova Iorque, organizado pela Câmara do Comércio Portugal-EUA, na passada semana, aquele que é o rosto da nova propriedade da TAP assumiu que, antes da privatização da companhia, nunca tinha estado em Portugal, apesar de ser brasileiro e, claro, falar português.

"Vou contar-vos uma pequena história", começou por dizer, lembrando que, nascido no Brasil e criado nos Estados Unidos, já tinha feito muitas viagens à Europa, mas nunca a Portugal. 

"Então, fui convidado para ir a Portugal" no âmbito da privatização e "fizemos uma proposta". Foi um processo "árduo", mas "a coisa mais impressionante que aconteceu na minha vida foi o dia em que anunciámos a privatização", em que perante 4.000 pessoas percebeu que "a responsabilidade de salvar a companhia tornou-se real" ao ver tanta paixão e comprometimento dos trabalhadores. "Há tanta gente a depender da companhia, aliás, todo o país depende da TAP".

Seguiu-se o elogio ao anterior conselho de quem diz ter feito um "trabalho fantástico" na ligação ao Brasil - lembrou, aliás, que 32% dos passageiros que saem do Brasil para a Europa voam na TAP – mas "não tinham o conhecimento dos Estados Unidos".

E é aqui que Neeleman acredita que tem a sua força. Passou a voar para o maior aeroporto de Nova Iorque (JFK), lançou o Stopover e reforçou as ligações. Neeleman acredita que Portugal tem ainda oportunidade de crescimento. "Toda a gente fala".

Lembrando que foi o primeiro-ministro que anunciou a ligação da TAP a São Francisco, o administrador da TAP não se quis ficar atrás. "Tem tudo a ver com o acesso". E por isso quando chegar o novo avião A321 vai ser lançado o voo diário do Porto para Nova Iorque. "Bati o primeiro-ministro neste anúncio", disse.

E quer reforçar a ligação para Providence, Washington, Chicago, Los Angeles, Houston. "O país merece. É um local lindo. Estamos comprometidos a fazer mais serviço". 

E até deixou o conselho: "Quem nunca foi a Portugal não sabe o que perde, é um dos melhores lugares do mundo", concluindo: "estou tão contente de ter feito aquela viagem".




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI