Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Medway investe 93 milhões de euros na compra de comboios

A empresa, antiga CP Carga, vai adquirir 16 locomotivas elétricas e 113 novos vagões, capazes de circular, para já, em toda a rede electrificada de Portugal e Espanha. O material deve chegar em 2023 e 2024.

  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A Medway, empresa herdeira da CP Carga, assinou um contrato de aquisição de material ferroviário com as empresas Stadler e Tatravagonka, num total de 93 milhões de euros. Estão em causa "16 locomotivas eléctricas interoperáveis e 113 novos vagões", indica a Medway em comunicado.

As novas locomotivas, "elétricas bi-tensão, de última geração a nível de eficiência e com a maior capacidade de tracção existente no mercado", segundo a empresa, devem chegar entre o final de 2023 e o primeiro semestre de 2024. Além disso, serão "locomotivas interoperáveis, capazes de circular em toda a rede ferroviária electrificada portuguesa e espanhola e preparadas para poderem circular em bitola UIC [europeia] no futuro".

A empresa considera que esta compra de "material rolante mais eficiente e menos poluente" vai permitir "um contributo significativo para o sector ferroviário nacional e ibérico, inserindo-se na ambição europeia de promover este meio de transporte".

O diretor-geral da Medway, citado pelo comunicado, refere que este investimento visa "melhorar a sua actividade e eficiência", para "fazer face ao programa de expansão" em que a empresa está envolvida, "às exigências da descarbonização e da economia sustentável e, sobretudo, para corresponder às necessidades dos clientes e das suas cadeias logísticas".

O braço espanhola da Stadler, fornecedor do material, sublinha que as 16 locomotivas EURO6000 vão permitir "puxar comboios mais longos e mais pesados, facilitando uma maior eficiência e flexibilidade". Para o responsável, "Portugal é um mercado-chave" no qual a empresa suíça está "a investir em todos os segmentos de veículos, tanto de carga, como de passageiros".

O outro fornecedor, a Tatravagonka, está responsável pela construção dos novos vagões, avançando, para esse efeito, com "instalações de produção na parte ocidental da Eslováquia", o que inclui "novos pavilhões, uma equipa reforçada e tecnologia de ponta". A empresa eslovaca refere, segundo o comunicado da Medway, que é "uma honra" entrar, "pela primeira vez, em território português".
Ver comentários
Saber mais Medway CP Carga Tatravagonka Stadler transporte ferroviário transportes
Outras Notícias