Pestana leva Cristiano Ronaldo para Marrocos

O novo hotel abrirá em Marraquexe. O grupo hoteleiro arrendará o edifício, que espera abrir portas dentro de 18 meses. O Pestana CR7 Marrakech faz parte de um plano de expansão de 200 milhões de euros até 2020.
Miguel Baltazar
Bruno Simão/Negócios
Miguel Baltazar
Miguel Baltazar
pub
Wilson Ledo 24 de janeiro de 2018 às 11:39

O grupo Pestana anunciou esta quarta-feira, 24 de Janeiro, que irá levar a marca hoteleira CR7 para Marrocos. A parceria com Cristiano Ronaldo vai realizar-se em Marraquexe, num hotel com 164 quartos.

O projecto deverá abrir portas dentro de 18 meses, em regime de arrendamento. Por isso mesmo, o investimento do grupo fundado por Dionísio Pestana dar-se-á apenas em termos de imobiliário e decoração, explicou José Roquette (na foto), responsável pela área de desenvolvimento do grupo.


Localizado entre os concorrentes Four Seasons e W Hotels, o Pestana CR7 Marrakech encontra-se integrado no complexo M Avenue, que conta com uma componente imobiliária e cultural. O novo hotel distingue-se por ter 80% da sua oferta como suites, contando ainda com piscina e bar no terraço.


A parceria com o futebolista Cristiano Ronaldo já viu abrir hotéis no Funchal e em Lisboa. Há também projectos em desenvolvimento em Madrid e Nova Iorque.


Até 2020, o grupo Pestana tem em marcha um plano de investimento de 200 milhões de euros: estão previstos 20 novos hotéis, com cerca de três mil quartos. Deste modo, será superada a fasquia dos 100 hotéis e dos 15 mil quartos em todo o mundo. Mais de metade deste plano será aplicada em Portugal.

pub


José Roquette lembrou que, nos últimos seis anos, o grupo abriu 20 hotéis, com uma média de investimento de "50 milhões por ano". "Acreditamos que 2018 não irá desiludir e irá provavelmente ser até melhor, com as novas aberturas", anteviu.


Ainda sem contas fechadas, o negócio hoteleiro do grupo Pestana deverá ter fechado 2017 com um EBITDAR (receitas após despesas, juros, impostos, depreciações, amortizações e custos de reestruturação e arrendamento) de 125 milhões de euros, acima dos 112 milhões do ano anterior.
(Notícia actualizada às 13:21 com mais informação)

pub