Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional inverte para ganhos com banca e telecomunicações a impulsionar

O principal índice accionista inverteu a tendência de perdas ligeiras do início da sessão e segue a valorizar mais de 0,5%, prolongando os ganhos da última semana. Bancos e operadoras de telecomunicações destacam-se com subidas de mais de 1%.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2014 às 09:15
  • Partilhar artigo
  • 71
  • ...

O PSI-20 ascende 0,66% para 7.179,91 pontos, com 15 cotadas a subir, duas a descer e três a negociarem inalteradas. O índice prolonga assim os ganhos de mais de 2,9% registados na última semana.

 

Entre as principais praças europeias a tendência também é positiva, depois de o Stoxx 600 ter registado a maior valorização semanal deste ano na última sexta-feira. O índice de referência para a Europa avança 0,48% e mantém a tendência positiva dos índices asiáticos.

 

Em Lisboa, os títulos do BES estão entre os que mais impulsionam. O banco voltou a inverter a tendência de perdas que registou ao início da sessão e segue a valorizar 1,55% para 1,312 euros. Na sexta-feira, as acções também começaram por negociar no vermelho e acabariam por valorizar mais de 4%.

 

O banco foi o último dos principais seis do mercado português a apresentar os resultados de 2013. O sector teve um prejuízo combinado líquido de 2,13 mil milhões de euros. O BPI e o Santander Totta foram os únicos a apurar resultados líquidos positivos, enquanto o BCP e o Banif verificaram uma diminuição das perdas face a 2012.

 

As acções do banco liderado por Fernando Ulrich destacam-se também pela positivam, ao avançarem 1,64% para 1,615 euros, enquanto o BCP segue quase inalterado ao progredir 0,05% para 0,19 euros. Já o Banif perde 0,85% para 0,0166 euros.

 

O sector das telecomunicações também é dos que mais impulsionam, com a Zon Optimus a valorizar 1,19% para 5,44 euros e a Portugal Telecom a ascenderem 1,11% para 3,371 euros.

 

A petrolífera Galp Energia aprecia 0,77% para 11,715 euros, enquanto as eléctricas registam subidas menos expressivas. A EDP ascende 0,38% para 2,937 euros e a EDP Renováveis segue inalterada nos 4,60 euros. Já a REN, que gere a rede eléctrica, desvaloriza 0,22% para 2,695 euros.

 

Fora do PSI-20, Soares da Costa perde 2,08% para 0,47 euros. Na sexta-feira, a cotada firmou um acordo com o investidor Álvaro Mosquito, que injectou 70 milhões de euros na construtora. O presidente da empresa António Castro Henriques disse que “a sobrevivência da empresa estava em causa”, antes do acordo.

Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20
Outras Notícias