Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros a 10 anos caem para mínimos de Junho de 2010

Os juros da dívida pública portuguesa estão a descer nos diversos prazos e a queda é mais acentuada nos prazos mais longos. A taxa implícita na emissão a 10 anos recua para mínimos desde Junho de 2010 e o prémio de risco face à Alemanha também diminui.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2014 às 09:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 29
  • ...

As obrigações de dívida pública portuguesa estão a valorizar e levam as taxas de juro implícitas a descer em todos os prazos. O prémio de risco face à Alemanha, que consiste na diferença entre os juros exigidos a Portugal e à maior economia da Europa, também está a descer.

 

A “yield” implícita na linha de dívida soberana portuguesa a 10 anos está a descer 7,2 pontos base para 4,869%, esta manhã, e renova um mínimo desde Junho de 2010, segundo as taxas genéricas da Bloomberg para o mercado secundário. O prémio de risco é agora de 3,175 pontos percentuais face à Alemanha.

 

A descida dos juros portugueses ocorre no mesmo dia em que as obrigações alemãs vêem a sua taxa implícita subir 1,5 pontos base para 1,694%. Os investidores estão a reforçar a exposição aos activos de risco, impulsionando o valor de activos como as acções e a dívida dos países com maiores dificuldades no acesso ao financiamento.

 

As acções europeias seguem a negociar em alta nesta segunda-feira, prolongando as valorizações da última sexta-feira, em que registaram o maior ganho semanal desde o início do ano. Já os juros de Itália a 10 anos descem 2,8 pontos base para 3,659% e a “yield” de Espanha desce 1,5 pontos base papra 3,574%, no mesmo prazo, segundo a Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais juros dívida obrigações mercado
Mais lidas
Outras Notícias