Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CTT e EDP Renováveis puxam PSI-20 para o verde

A bolsa nacional acompanha o otimismo das restantes praças europeias e segue sólida no verde, com o destaque da EDP Renováveis e CTT.

A carregar o vídeo ...
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 25 de Maio de 2020 às 08:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
A bolsa nacional abriu em alta, com o principal índice, o PSI-20, a avançar 0,66% para os 4.269,32 pontos. A contribuir positivamente estão 16 cotadas, contando-se apenas uma no vermelho e uma inalterada.

Lá fora, o sentimento é de otimismo, numa altura em que a reabertura das economias é acompanhada por uma diminuição dos novos casos de covid-19 um pouco por todo o mundo. Os investidores focam-se nestas boas notícias e nas esperanças de uma solução médica breve, à medida que várias farmacêuticas vão avançando nos testes de possíveis vacinas. As crescentes tensões entre Estados Unidos e China, mesmo após Pequim ter alertado Washington de uma possível guerra fria caso o tom entre os dois países se mantivesse, estão desta forma a ser deixados, para já, de parte pelos investidores. 

Por cá, os CTT e a EDP Renováveis destacam-se no verde com uma subida e 1,46% para os 2,09 euros e de 1,40% para os 11,62 euros, respetivamente. 

A operadora de correios nacional segue a somar numa altura que se prepara para aumentar os preços, já a partir da próxima semana, 1 de junho. As alterações no tarifário correspondem a "uma variação média anual do preço do cabaz de serviços de correspondências, correio editorial e encomendas de 1,41%", referiu a empresa num comunicado emitido após o fecho da sessão de sexta-feira. Incluindo os preços dos serviços reservados (serviços de citações e notificações postais) e do correio em quantidade, a atualização corresponde a uma subida média anual de 1,76% nos preços.

 

Também já depois do fecho da última sessão, a Bloomberg noticiou que a EDP Renováveis está a negociar a venda de ativos em Portugal e Espanha, operações que poderão render ao "braço verde" da elétrica portuguesa mais de 500 milhões de euros. A agência noticiosa adianta que a First State Investments e o JPMorgan estão entre os interessados.

Ainda sólidos no verde estão os pesos pesados BCP e Galp, que avançam, respetivamente, 0,88% para os 9,15 cêntimos e 0,86% para os 10,54 euros. A petrolífera ganha de mãos dadas com o petróleo, que segue a valorizar 0,51% para os 35,31 dólares em Londres e mais de 1% em Nova Iorque, refletindo as esperanças de que a diminuição da produção (dado pelos cortes entre os maiores exportadores e nos Estados Unidos) aliada a um recente aumento da procura (espoletado pela reabertura das economias) sejam suficientes para uma recuperação sustentada das cotações. 

(Notícia atualizada às 07:18)
Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa mercados Euronext cotadas empresas índice nacional Lisboa Europa
Mais lidas
Outras Notícias