Bolsa Decisão da Fed chega à Europa. PSI-20 regressa às quedas

Decisão da Fed chega à Europa. PSI-20 regressa às quedas

A projecção da Fed de mais duas subidas no próximo ano está a pressionar as bolsas. O PSI-20 não é excepção.
A carregar o vídeo ...
Tiago Varzim 20 de dezembro de 2018 às 08:06
A bolsa nacional abriu em baixa esta quinta-feira, 20 de Dezembro, acompanhando a tendência negativa que domina a negociação a nível internacional. Tal deve-se ao anúncio da Reserva Federal de que prevê mais duas subidas dos juros em 2019, depois de quatro subidas este ano - uma previsão que desiludiu os investidores. 

O PSI-20 desce 0,83% para os 4.703,26 pontos. As bolsas europeias também seguem em baixa ao perder mais de 1%, depois de Wall Street ter marcado novos mínimos do ano. Na Ásia, os principais índices também deslizaram. Continua assim o movimento de "sell-off" que tem marcado o andamento dos mercados na recta final de 2018. 

Na decisão de ontem de aumentar os juros pela quarta vez este ano, o banco central norte-americano reduziu de três para dois o número de aumentos previstos para o próximo ano. Contudo, os investidores aguardavam uma redução ainda maior no ritmo de subida dos juros – ou até mesmo uma pausa –, pelo que a expectativa de dois aumentos em 2019 levou as bolsas norte-americanas a afundar.

Na conferência de imprensa, Jerome Powell, o presidente da Fed, disse que "um pouco de volatilidade" provavelmente não irá deixar uma marca na economia, demonstrando despreocupação face ao quarto trimestre de 2018 que deverá ser o pior desde 2011 para as bolsas a nível mundial. 

O impacto da decisão da Reserva Federal não se ficou apenas pelas bolsas. O aperto da política monetária (menos acomodatícia ou expansionista) numa altura em que a economia está a desacelerar intensificou as preocupações sobre a excessiva oferta de petróleo no mercado face à procura. A cotação do barril está novamente a ceder entre 1,5% e 2%, levando o WTI para os 47 dólares e o Brent para os 56 dólares.

Em Lisboa, destaque para a queda da Galp Energia que desvaloriza 1,57% para os 13,755 euros. A maior parte (14) das cotadas está a perder terreno, com apenas duas a subir e outras duas inalteradas. Outra das quedas entre os "pesos pesados" da bolsa é protagonizada pelo BCP que cede 1,14% para os 23,37 cêntimos.

Ainda nas quedas, a EDP segue a desvalorizar 0,4% para os 2,977 euros um dia depois de ter anunciado conclusão da venda das mini-hídricas, numa operação avaliada em 164 milhões de euros. Além disso, foi noticiado que a empresa vai manter os processos contra o Governo relativos à taxa da energia.

A pressionar o PSI-20 está também o sector do papel, com destaque para a Altri cujas acções estão a cair 1,92% para os 5,62 euros. 

(Notícia actualizada às 8h14)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI