Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon não acompanha recuperação de praças europeias; PSI20 cede 0,01%

A Euronext Lisbon negociava em torno do valor de fecho de sexta-feira, com as subidas do BCP e da Sonae SGPS a serem insuficientes para contrariar as quedas do BPI e da PT. O saldo do PSI20 era negativo em 0,01%.

Negócios negocios@negocios.pt 21 de Outubro de 2002 às 10:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Euronext Lisbon negociava em torno do valor de fecho de sexta-feira, com as valorizações do BCP e da Sonae SGPS a serem insuficientes para contrariar as quedas do BPI e da PT, esta última a cair pela quarta sessão. O saldo do PSI20 era negativo em 0,01%.

O PSI20 [PSI20] cotava em 5.280,07 pontos, sensivelmente ao mesmo preço do fecho de sexta-feira, com nove acções a valorizarem, quatro inalteradas e sete em queda, numa altura em que os principais mercados europeus acumulavam valor.

No sector da banca, a tendência era mista, com o Banco Comercial Português (BCP) [BCP] a valorizar 0,95% para 2,12 euros, ao passo que o BPI [BPIN] regredia 1,63%, pressionado a cotação para 1,81 euros.

A instituição liderada por Jardim Gonçalves apresentará amanhã as contas trimestrais. Os analistas contactados pelo Negocios.pt acreditam que os lucros do BCP devem totalizar 445 milhões de euros no primeiros nove meses do ano, o que representaria uma quebra de 14% em relação a idêntico período de 2001.

No universo das telecomunicações, a Portugal Telecom (PT) [PTC] caminhava para a quarta sessão sucessiva a perder valor, decrescendo 1,27% para os 5,46 euros. A subsidiária PT Multimédia (PTM) [PTM] caía em consonância, regredindo 1,73% em 7,40 euros.

A SonaeCom [SNC] acompanhava a tendência da casa-mãe, e contrariava a do sector, aumentando 0,65% para 1,55 euros. A Sonae SGPS [SON] apreciava 2,44% para os 0,42 euros.

A Vodafone Telecel [TLE] caía 0,15% nos 6,77 euros, depois da Goldman Sachs desceu a recomendação para o papel de «trading buy» para «market perform».

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] mantinha-se inalterada em 1,56 euros, enquanto a Brisa [BRISA] recuperava 0,4% para os 5,04 euros.

A Cimpor [CIMP] avançava 0,3% em 16,95 euros. A cimenteira anunciou, em comunicado, que reforçou a sua posição na cimenteira sul-africana Natal Portland dos anteriores 37,2% para 98,1%, num investimento total de 119,5 milhões de euros.

Bolsas europeias valorizam ; Swiss Life cede 9,3%

No resto da Europa, a generalidade das Bolsas negociava com ganhos, e o DJ Stoxx 50 aumentava 0,31% para 2.414,46 pontos. Os papéis da Swiss Life desvalorizavam 9,3%, depois da instituição helvética ter descido os resultados do primeiro semestre, por alegadamente ter contabilizado «incorrectamente» alguns investimentos em obrigações.

Na praça de Frankfurt, o DAX [DAX] avançava 0,15% para 3.168,52 pontos, suportado pela subida de 2,8% da eléctrica E.ON. A Bayer afundava 5,3% e, segundo responsáveis da farmacêutica em declarações ao «Financial Times», as queixas em tribunal relacionadas com o medicamento Lypobay são de 3,5 mil, contra as 2 mil anteriormente divulgadas pela empresa.

O FTSE 100 [UKX] londrino apreciava 0,17% para 4.137,60 pontos, com a valorização de 3,6% da Kingfisher a contrariar as quedas dos papéis da MMO2 e da Reuters, ambos a cair 2%.

O CAC 40 [CAC] de Paris avançava 0,34% nos 3.167,67 pontos. A Pinault-Printemps Redoute liderava com uma subida de 8,9% a cotar em 74,90 euros. O «Financial Times» noticiou que a retalhista que controla o grupo italiano Gucci está a preparar a alienação da unidade de crédito Finaref.

Em Espanha, o IBEX 35 [IBEX] apreciava 0,57% em 6.045,10 pontos, apoiado na valorização de 1,3% do Santander Central Hispano (SCH), cujas acções cotavam em 6,02 euros. O Banco Popular, cujos lucros no terceiro trimestre cresceram 12%, desvalorizava 0,5% a negociar nos 41,20 euros.

Na Bolsa de Amsterdão, o AEX acumulava um ganho de 0,24% até aos 346,18 pontos. Os papéis da operadora de telecomunicações KPN valorizavam 1,72% para 5,91 euros, e o grupo financeiro ING Groep apreciava 0,23% a cotar nos 17,79 euros.

Outras Notícias