Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo EDP e Jerónimo Martins "tramam" PSI-20

A bolsa nacional fechou em contraciclo com as pares europeias, num dia em que as cotações da EDP, Jerónimo Martins e Mota-Engil se destacaram no vermelho.

A bolsa portuguesa tem sido incapaz de atrair novas empresas para o mercado de capitais português.
Miguel Baltazar
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 01 de Dezembro de 2020 às 16:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

A bolsa nacional fechou em queda no primeiro dia de dezembro. O PSI-20 desceu 0,37% para os 4.587,61 pontos, com o abanão de sete cotadas no vermelho, deixando nove no verde e uma inalterada.

 

A bolsa portuguesa terminou desta forma em contramão com as restantes praças europeias, que seguem animadas pelas perspetivas de que as vacinas ajudem em breve à recuperação económica. Isto depois de a Pfizer ter anunciado que já pediu aprovação também às autoridades europeias, depois de o ter feito junto das norte-americanas.

 

Em Lisboa, a mancha vermelha teve fortes contribuições das cotadas do grupo EDP e da Jerónimo Martins, que possuem grande peso no índice.

 

A elétrica liderada por Miguel Stilwell d’Andrade desceu 1,25% para os 4,41 euros, de mãos dadas com a subsidiária de energias limpas, que perdeu 2,14% para os 17,38 euros. A EDP anunciou ontem que vai marcar uma assembleia geral extraordinária em janeiro para eleger os novos membros do conselho de administração. António Mexia e Manso Neto, suspensos de funções por ordem judicial desde julho, comunicaram à EDP que não estão disponíveis para integrar um novo conselho de administração da empresa.

 

Ainda em destaque no vermelho ficou a Mota-Engil, que cedeu 3,98% para 1,40 euros. A construtora mantém a tendência de alívio há duas sessões, depois de na semana anterior ter registado ganhos agregados de 26%. A construtora anunciou ontem que a sua participada Mota-Engil Central Europe (MECE) celebrou um novo contrato na Polónia, no valor de 72 milhões de euros, depois de, na semana passada, ter confirmado que a China Communications Construction Company (CCCC), a quarta maior construtora do mundo, comprou 23% do capital da empresa portuguesa por 169,4 milhões de euros.

Em forte alta no verde sobressaiu a Altri, que somou 4,04% para os 4,69 euros, liderando os ganhos logo à frente dos CTT, que também avançaram com pujança: 3,28% para os 2,52 euros.

 

(Notícia atualizada às 16:50)

Ver comentários
Saber mais EDP e Jerónimo Martins PSI-20 economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa Informação sobre empresas administradores grandes empresas
Outras Notícias