Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Guerra de tarifas penaliza Wall Street no arranque da semana

As bolsas dos Estados Unidos arrancaram a sessão desta segunda-feira com sinal vermelho penalizadas pelas tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China.

EPA
Rita Faria afaria@negocios.pt 18 de Junho de 2018 às 14:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Os principais índices norte-americanos abriram a semana em queda, prolongando o pessimismo que marca a negociação na Europa, devido aos receios em torno da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

 

O índice tecnológico Nasdaq desce 0,68% para 7.693,44 pontos, enquanto o industrial Dow Jones perde 0,78% para 24.894,20 pontos, naquela que é já a sua quinta sessão consecutiva de perdas. O S&P500 desliza 0,70% para 2.760,41 pontos.

 

Esta evolução acontece depois de, na sexta-feira, o presidente norte-americano Donald Trump ter confirmado a imposição de tarifas sobre 50 mil milhões de dólares de importações da China, que entrarão em vigor já a 6 de Julho. A China não tardou a responder, anunciando tarifas sobre bens americanos, incluindo petróleo, e suspendendo todos os anteriores acordos comerciais.

 

Desde o início de Maio, as duas potências realizaram várias rondas de negociações mas foram incapazes de chegar a um acordo satisfatório para ambas as partes, resultando nesta imposição de medidas unilaterais, que estão a aumentar os receios nos mercados.

 

Esta segunda-feira os investidores estão ainda atentos ao petróleo, dias antes de os membros da OPEP e seus aliados se reunirem em Viena para decidir se reduzem os cortes na produção, e em que medida. Segundo avançou a Bloomberg, em cima da mesa está agora um aumento da oferta entre 300 e 600 mil barris por dia, abaixo da subida inicialmente avançada de 1,5 milhões de barris.

 

Em destaque na sessão os títulos da JD.com, que sobem 2,19% para 44,55 dólares, depois de a Google ter investido 550 milhões de dólares nesta empresa chinesa de comércio electrónico.

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Wall Street S&P500 Nasdaq Dow Jones China tarifas
Mais lidas
Outras Notícias