Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação acima do esperado abala Wall Street

A inflação nos Estados Unidos subiu mais do que era esperado no início deste ano e os investidores não perdoaram. O mercado americano abriu em queda com os receios dos investidores mais próximos de se tornarem realidade.

Reuters
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os investidores aguardavam com expectativa os números da inflação e os seus receios parecem ter-se tornado realidade, o que explica uma abertura em queda de Wall Street. Os dados da inflação, divulgados esta quarta-feira, 14 de Fevereiro, mostram que em Janeiro houve uma aceleração do crescimento dos preços no consumidor mais célere do que o esperado.

Isto, temem os investidores, pode fazer com que a Reserva Federal dos EUA suba os juros mais rápido do que era antecipado até às últimas semanas. Com este receio no mercado, a pressão vendedora e a volatilidade regressaram (CBOE Volatility índex subiu acima dos 25 pontos antes da abertura do mercado) e os principais índices americanos arrancaram no vermelho. O Dow Jones recua 0,50% para 24.516,30 pontos, o Nasdaq cai 0,46% para 6.981,234 pontos e o S&P500 desvaloriza 0,42% para os 2.652,44 pontos.

Jack Ablin, da Cresset Wealth, em Chicago, disse à Reuters, que os números da inflação "são mais fortes do que o esperado, o que alimenta mais ou menos os medos dos investidores de que a economia esteja um pouco quente e que as taxas de juro subam, o que coloca pressão nas acções". "O mercado de trabalho começou a alimentar esse receio há cerca de 10 dias", acrescentou.

Kristina Hooper, da Invesco, citada pelo Market Watch, avança que " os dados da inflação de hoje confirmam o que vimos com os ganhos nos salários e com o relatório do livro Bege. A reacção das acções sugere que os investidores esperavam uma subida mais gradual da inflação".

Entre as cotadas do sector tecnológico não existe uma tendência definida. A Apple desce 0,24% para 163,945 dólares, a Alphabet cede 0,20% para 1.050,00 dólares, a Microsoft recua 1,12% para 88,825 dólares e o Facebook ganha 1,44% para 175,65 dólares.

(Notícia actualizada às 14:40)

Ver comentários
Saber mais wall street EUA Nasdaq Dow Jones
Mais lidas
Outras Notícias