Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação volta a assustar Wall Street

Os principais índices do outro lado do Atlântico encerraram em baixa, uma vez mais devido aos receios de que a inflação ameace a retoma económica global.

O Dow Jones teve uma valorização de mais de 11% na terça-feira.
Lucas Jackson/Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 17 de Novembro de 2021 às 21:09
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

O índice industrial Dow Jones terminou a ceder 0,58%, para 35.931,05 pontos. No passado dia 8 tocou nos 36.565,73 pontos pela primeira vez na sua história.

 

Já o Standard & Poor’s 500 encerrou a recuar 0,26% para 4.688,67 pontos. Durante a sessão de ontem, estabeleceu o valor mais alto de sempre, nos 4.714,95 pontos.

  

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 0,33% para se fixar nos 15.921,57 pontos. Na negociação intradiária de sexta-feira passada atingiu um máximo histórico, nos 16.053,39 pontos.

 

Os investidores receiam que a ameaça da subida da inflação possa colocar em risco a retoma económica global, levando a que os bancos centrais aumentem os juros diretores mais cedo do que o esperado. E esse sentimento acabou, hoje, por influir negativamente na negociação bolsista.

 

Os intervenientes de mercado decidiram retirar algum risco de cima da mesa, num dia em que foi divulgado que a construção de novas casas nos EUA desacelerou – sugerindo que as construtoras estão com dificuldades em avançar com projetos, num contexto de aumento do custo dos materiais e de escassez de mão de obra.

 

A Target afundou depois de advertir para o facto de as pressões sobre os custos estarem a aumentar, intensificando os receios de que a inflação penalize os lucros das retalhistas.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Standard & Poor's 500 Nasdaq Composite Dow Jones bolsa EUA
Outras Notícias