Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores desinvestem na volatilidade à espera de ganhos nas bolsas

Apesar da elevada volatilidade nos mercados, os investidores estão a desinvestir nesta. A perspectiva é que as quedas nas bolsas estejam perto do fim, graças às novas medidas de estímulo dos bancos centrais.

Bloomberg
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 26 de Janeiro de 2016 às 12:05
  • Partilhar artigo
  • ...

O início do ano ficou marcado pela elevada turbulência nos mercados internacionais, que registaram desvalorizações consecutivas. Uma tendência que, tal como é habitual, foi acompanhada pela subida da volatilidade. O VIX, que mede a volatilidade do S&P 500, chegou a atingir os 32,09 pontos, um máximo de Setembro. Mas agora os investidores estão a apostar exactamente no oposto.

O iPath S&P 500 VIX Short-Term Futures ETN e o ProShares Ultra VIX Short-Term Futures são os mais conhecidos ETF que seguem a evolução do VIX. E ambos os produtos partilham também a particularidade de terem perdido um elevado valor em subscrições durante o mês de Janeiro. Segundo a Bloomberg, os investidores retiraram um total de 850 milhões de dólares, cerca de 785 milhões de euros.

Num mês em que a volatilidade nas bolsas foi acentuada, o cenário fica ainda mais contrário com a forte subida das posições curtas nestes ETF. As apostas em que estes produtos perderiam valor subiram 2,6% face ao último mês. Contudo, os investidores não acreditam que a volatilidade vai acabar, mas sim que as bolsas vão regressar aos ganhos.

"Os bancos centrais, que historicamente actuam como absorsores de choques, eventualmente vêm resgatar [as bolsas] e adoptam um tom acomodatício", defende Monish Shah. O director de ETF no Mizuho Securities aponta que, assim, "isto irá ajudar a estabilizar o mercado e a reduzir a volatilidade no curto prazo.

Dave Lutz concorda e aponta que estas apostas dos investidores traduzem a expectativa de que "a acentuada venda generalizada, que tivemos no início do ano, chegou ao fim". O director de ETF na JonesTrading conclui que, "com o BCE e o Banco do Japão a prepararem-se para adicionar estímulos ao sistema, isso deverá compensar o efeito das subidas dos juros pela Fed".

Ver comentários
Saber mais volatilidade investidores VIX S&P 500 acções bolsas mercados
Outras Notícias