Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Norte-americana Samba Digital entra na bolsa de Lisboa de olho na expansão internacional

Fundada em 2018 nos Estados Unidos, a Samba Digital apoia clubes e jogadores da indústria do desporto e lgaming na sua estratégia de internacionalização, desenvolvendo as suas audiências digitais em todo o mundo.

Pedro Catarino / Cofina Media
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
Há uma nova cotada na bolsa de Lisboa. A agência internacional de "marketing" dedicada ao desporto e entretenimento Samba Digital foi admitida à negociação esta quinta-feira no mercado Access da Euronext Lisbon, de olho na expansão europeia.

A entrada em bolsa da Samba Digital foi efetuada através da admissão direta no mercado Euronext Access de 10 milhões de ações, com um preço de referência de 2,33 euros. Os acionistas têm a intenção de dispersar até um milhão de ações, correspondente a 10% do capital ou 23,3 milhões de euros.

"Temos vindo a crescer rapidamente e vemos a cotação na Euronext Lisbon, que nos dá acesso ao mercado europeu, como uma oportunidade para acelerar a realização deste objetivo. Portugal é para nós a escolha mais lógica, uma vez que a língua portuguesa é a que mais oferecemos graças à nossa forte presença no Brasil, que é o nosso primeiro mercado", afirmou Frédéric Fausser, CEO da Samba Digital, na cerimónia de toque do sino.

Fundada em 2018 nos Estados Unidos, a Samba Digital apoia clubes e jogadores da indústria do desporto e lgaming na sua estratégia de internacionalização, desenvolvendo as suas audiências digitais em todo o mundo. A empresa está presente em quatro continentes e trabalha com clubes como o Liverpool, Paris Saint-Germain, Juventus, ou Bayern de Munique.

A partir deste ano a empresa começou igualmente a trabalhar com a Primeira Liga Portuguesa, o primeiro cliente em Portugal. A Samba Digital está a concentrar-se atualmente no desenvolvimento de uma plataforma, que reunirá a partir do início de janeiro de 2023 todos os serviços digitais que a empresa pode oferecer a um clube ou marca com vista a crescer internacionalmente.

O assessor jurídico foi liderado por Rita Roque de Pinho da pbbr, tendo a operação como "listing sponsor" a Carmo & Cerqueira, SROC.

É mais uma entrada na bolsa de Lisboa, que ainda no final de agosto acolheu a One by One, uma sociedade de investimento vinda do país vizinho, mais concretamente da cidade de Madrid.

"O processo foi moroso por ser uma empresa inovadora", explicou Isabel Ucha, presidente da Euronext Lisbon, na cerimónia de toque do sino. "Revela a ambição da empresa. com o objetivo de expandir na Europa e de aumentar a visibilidade junto de investidores nacionais e internacionais."

O mercado de capitais luso tem vindo a perder participantes, apesar de as novas empresas que vão sendo admitidas à negociação. Se outrora chegou a ter 150 participantes, atualmente negoceiam na bolsa nacional menos de 40 cotadas.

(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais Samba Digital Lisboa Euronext Lisbon bolsa
Outras Notícias