Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 acumula terceira subida e volta a máximos de março

A bolsa nacional valorizou 0,61% e acumulou a terceira sessão consecutiva em alta, impulsionada pelo setor energético.

Capitalização bolsista do PSI-20
Rafaela Burd Relvas rafaelarelvas@negocios.pt 24 de Dezembro de 2020 às 13:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
A bolsa portuguesa voltou a fechar em alta e acumulou a terceira sessão consecutiva no verde, regressando para máximos de março, num dia em que o setor energético continuou a registar ganhos expressivos.

Esta quinta-feira, 24 de dezembro, o PSI-20 fechou a valorizar 0,61% para os 4.854,90 pontos, o valor mais elevado desde o início de março.

A contribuir para os ganhos da bolsa nacional esteve, sobretudo, o setor energético, com destaque para a Galp. A petrolífera ganhou 1,69% para os 8,80 euros por ação e acumulou a terceira sessão em alta.

Ainda na energia, a EDP avançou 1,41% e a EDP Renováveis inverteu as perdas da abertura da sessão e acabou por fechar a subir 0,68% para os 22,3 euros por ação, renovando máximos históricos.

A impulsionar o PSI-20 estiveram ainda o BCP, que subiu 1,56% para os 12 cêntimos por ação, e a Corticeira Amorim, que avançou 1,73% para os 10,56 euros por ação.

A impedir ganhos mais expressivos do PSI-20 esteve a Monta-Engil, que perdeu 0,58% para 1,36 euros por ação, e ainda o setor papeleiro, com a Navigator e a Semapa a fecharem ambas em queda.

No resto da Europa, a tendência também foi de ganhos, numa altura em que os investidores estão animados com o acordo pós-Brexit alcançado entre a União Europeia e o Reino Unido.
Ver comentários
Saber mais psi-20 bolsas mercados edp galp petróleo bcp
Outras Notícias