Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Sierra lança primeira SIGI com carteira de imóveis de 500 milhões

A SIGI da Sona Sierra vai ter uma carteira de imóveis que pode ascender a 500 milhões de euros.

Sonae Sierra Brasil
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 20 de Dezembro de 2019 às 15:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Sonae Sierra e o Bankinter anunciaram o lançamento da primeira sociedade de investimento e gestão imobiliária (SIGI) em Portugal. De acordo com a informação divulgada esta sexta-feira em comunicado, já foi realizado o registo comercial da Olimpo Real Estate Portugal, SIGI, S.A. (ORES Portugal). A SIGI terá uma carteira de imóveis que poderá ascender a 500 milhões de euros.


Tal como já tinha sido avançado pelo Negócios, a primeira SIGI em Portugal nasce de uma parceria entre a Sonae Sierra e o Bankinter, na sequência de um projeto semelhante lançado pelas duas entidades em Espanha, onde detêm a Olimpo Real Estate SOCIMI, o regime espanhol semelhante ao das SIGI.


"O alargamento da parceria Bankinter/Sonae Sierra a Portugal permitirá abranger uma carteira de imóveis sob gestão superior a 500 milhões de euros, ao nível dos maiores 'players' ibéricos", adianta o comunicado enviado hoje às redações. Os imóveis na carteira permitem a exposição a contratos de exploração de estabelecimentos comerciais, que inclui supermercados, lojas comerciais, retail parks e escritórios, localizados nos maiores centros em Portugal.


"A nossa experiência internacional enquanto gestores de investimento em ativos imobiliários vai permitir-nos criar um veículo pioneiro em Portugal, que poderá apresentar uma rentabilidade muito interessante, consolidando a nossa posição de liderança no desenvolvimento de soluções inovadoras, para responder às ambições dos nossos investidores e parceiros", argumenta Pedro Caupers, administrador executivo responsável pela área de Investimento da Sonae Sierra.


Já Pedro Lobo, diretor de Private Banking do Bankinter em Portugal, realça que "a criação da SIGI ORES Portugal representa uma oportunidade única e exclusiva para os nossos clientes private diversificarem os seus investimentos, beneficiando de um instrumento financeiro inovador em Portugal, a ser admitido à negociação em mercado, gerido por parceiros de referência e com potencial de rentabilidades muito interessantes no atual contexto de juros baixos".

O regime das SIGI foi aprovado pelo Parlamento em julho deste ano. No entanto teve uma alteração no início de setembro, que veio clarificar que o objeto principal destas sociedades é a aquisição de imóveis para arrendamento. Por outro lado, as SIGI terão de ter pelo menos 20% das ações dispersas em bolsa após três anos da admissão à negociação e 25% ao fim de cinco anos.

Ver comentários
Saber mais SIGI Sonae Sierra Bankinter Socimi imobiliário bolsa
Mais lidas
Outras Notícias