Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI eleva recomendação para a Sonae SGPS após resultados

O CaixaBI elevou a recomendação para as acções da Sonae SGPS após a empresa apresentar os resultados do primeiro trimestre. A avaliação foi mantida em 1,45 euros e as estimativas para os resultados ficaram inalteradas.

21.º- Paulo Azevedo 
É uma das maiores subidas do ano, depois de estreitar relações com Isabel dos Santos.
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 11 de Maio de 2015 às 10:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O CaixaBI elevou de "manter" para "comprar" a recomendação para as acções da Sonae SGPS, depois da empresa liderada por Paulo Azevedo ter apresentado os seus resultados referentes ao primeiro trimestre do ano. A Sonae quase duplicou os lucros nos primeiros três meses do ano tendo passado de 10,12 milhões, no primeiro trimestre de 2014, para 19,83 milhões este ano.

"Os resultados do primeiro trimestre da Sonae saíram razoavelmente alinhados com as nossas estimativas, pelo que não as iremos alterar por agora. No entanto, a actual cotação do título apresenta um potencial de subida suficiente para que ajustemos a nossa recomendação para comprar, de acordo com a nossa matriz de recomendações", refere o CaixaBI numa nota de análise aos resultados a que o Negócios teve acesso. Esta avaliação confere às acções da Sonae um potencial de 13,2% face à actual cotação (1,281 euros), o que justifica a recomendação de "comprar" estabelecida pela casa de investimento.

 

O CaixaBI realça que as receitas geradas pela "holding" que agrega activos como os hipermercados Continente, as lojas Worten, a operadora Nos, o jornal Público, os centros comerciais da Sonae Sierra e várias empresas de tecnologias de informação como a WeDo, ficaram "razoavelmente em linha com as expectativas."

 

"Permanecemos confortáveis com as actuais estimativas para este ano", salienta a mesma fonte.


As acções da Sonae SGPS, que apresentou os seus resultados na quinta-feira, 7 de Maio, estão a subir 1,51% para 1,281 euros. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais Sonae SGPS research CaixaBI Paulo Azevedo
Mais lidas
Outras Notícias