Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman recomenda “comprar” EDP Renováveis e ações sobem 3,5%

O Goldman Sachs melhorou a recomendação para as ações da EDP Renováveis e vê um potencial de subida de 14%.

O preço-alvo médio da EDP Renováveis é de 7,45 euros, que se situa 8% acima da cotação da sessão de sexta-feira, 9 de Fevereiro. 40% das recomendações dos analistas é de “comprar”.
Rita Faria afaria@negocios.pt 04 de Março de 2020 às 10:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

As ações da EDP Renováveis estão a subir esta quarta-feira, na bolsa nacional, animadas pela melhoria da recomendação por parte do Goldman Sachs.

 

Os títulos da empresa liderada por Manso Neto avançam 2,52% para 13,02 euros, depois de terem chegado a valorizar um máximo de 3,46% para 13,14 euros, um máximo de duas semanas.

 

Esta evolução acontece depois de o Goldman Sachs ter emitido ontem uma nota onde sobe a recomendação para os títulos de "neutral" para "comprar" citando uma melhoria das estimativas para o cash flow operacional e um capex menor.

 

"A EDPR continua a ser um dos poucos ‘pure plays’ no crescimento global das energias renováveis", referem os analistas, na nota citada pela Bloomberg.

 

O Goldman Sachs atribui um preço-alvo de 14,50 euros às ações da EDP Renováveis, o que tem implícito um potencial de valorização de 14% face ao fecho da última sessão (12,70 euros).

 

O preço-alvo médio atribuído à empresa de energias limpas é de 12,36 euros, com as avaliações a variarem entre 8 e 15,50 euros.

 

No passado dia 20 de fevereiro, a empresa revelou que fechou o ano de 2019 com lucros de 475 milhões de euros, o que traduz um aumento de 52% face ao resultado líquido de 313 milhões de euros obtido no ano anterior. A empresa anunciou ainda um aumento do dividendo a pagar aos acionistas para os 8 cêntimos.

 

Nessa sessão, os títulos atingiram um novo máximo histórico nos 13,80 euros. A empresa já soma mais de 23% desde o início do ano.

Ver comentários
Saber mais Goldman Sachs EDP Renováveis research
Outras Notícias