Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Financiamento para a compra de casa supera os 1.110 milhões em novembro

As novas operações de crédito à habitação atingiram máximos de dezembro de 2019, em novembro.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 06 de Janeiro de 2021 às 11:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os bancos aceleraram o ritmo de concessão de crédito à habitação no penúltimo mês de 2020. Segundo os dados divulgados esta manhã pelo Banco de Portugal, foram financiados mais de 1.100 milhões de euros em empréstimos para a aquisição de casa, em novembro. Trata-se do valor mais elevado desde dezembro de 2019.

As novas operações de crédito à habitação atingiram, em novembro do ano passado, os 1.113 milhões de euros, o montante mais elevado desde o final de 2019, altura em que foi emprestado um valor idêntico para a compra de casa,  e que compara com os 976 milhões emprestados em outubro, segundo os números hoje publicados pelo Banco de Portugal.

No acumulado dos primeiros 11 meses do ano foram financiados para a compra de casa 10.186 milhões de euros, um máximo desde 2008. Num ambiente de taxas de juro historicamente baixas, os bancos continuam a apostar no crédito à habitação como uma fonte de receitas.

Ao contrário do crédito para a compra de casa, o crédito ao consumo baixou em novembro. Foram financiados 357 milhões de euros para esta finalidade, abaixo dos 391 milhões emprestados em outubro. Já o crédito para outros fins atingiu os 189 milhões de euros, número que compara com os 156 milhões de euros.

Juros atingem novo mínimo

As taxas de juro nas novas operações de crédito à habitação voltaram a recuar para um novo mínimo. Segundo o Banco de Portugal, nas novas operações de empréstimos a particulares para habitação, a taxa de juro média desceu 3 pontos base, para 0,84%, estabelecendo um novo mínimo histórico pelo quarto mês consecutivo.

Já nos empréstimos ao consumo, a taxa de juro média diminuiu para 6,24% e, nos empréstimos para outros fins, reduziu-se para 3,24%. Em outubro, esta taxas tinham sido de 6,43% e 3,76%, respetivamente.
Ver comentários
Saber mais crédito Banco de Portugal bancos empréstimos casa
Outras Notícias