Mercados Wall Street abre em alta com novo otimismo comercial

Wall Street abre em alta com novo otimismo comercial

Os principais índices norte-americanos abriram a sessão em alta, animados pelas novas perspetivas de que um acordo inicial entre os Estados Unidos e a China pode estar para breve.
Wall Street abre em alta com novo otimismo comercial
Reuters
Gonçalo Almeida 05 de dezembro de 2019 às 14:42

Wall Street abriu a sessão desta quinta-feira, dia 5 de dezembro, a negociar em território positivo. O Dow Jones soma 0,14% para 27.687,31 pontos e o S&P 500 avança 0,11%, para 3.116,06 pontos. O tecnológico Nasdaq Composite segue a mesma tendência e valoriza 0,15% para 8.579,86 pontos.

A animar a confiança dos investidores está a expectativa de que os Estados Unidos e a China poderão estar perto de selar a primeira fase do acordo parcial em breve, depois do líder da Casa Branca, Donald Trump, ter dito que as negociações estavam a "correr muito bem", impulsionando Wall Street para o segundo dia seguido de ganhos.

Contudo, a hipótese das expectativas mais otimistas serem defraudadas continua a ecoar. Caso um entendimento não se alcance até ao dia 15 de dezembro, serão impostas novas tarifas sobre bens importados da China para os Estados Unidos.

O foco dos investidores está também na divulgação de dados sobre a balança comercial referente ao mês de outubro nos Estados Unidos, que serão divulgados ainda hoje, bem como uma série de dados industriais.

As ações das empresas mais sensíveis às relações comerciais são hoje as que mais sobem. No setor das fabricantes de "chips", a Micron e a Nvidia valorizam cerca de 0,5%. 

A Nike sobe 2%, depois de um "upgrade" na recomendação por parte do Goldman Sachs. A Tiffany & Co, que está a ser comprada pela dona da Louis Vuitton, a LVMH, contraria a tendência do mercado e cai 0,2%, após uma estimativa apontar para uma queda de vendas trimestrais.




Marketing Automation certified by E-GOI