Advogados 2018 Congressos e conferências para comunicar com todos

Congressos e conferências para comunicar com todos

Ordem dos Advogados está aposta no contacto com a profissão e com a sociedade civil.
Congressos e conferências para comunicar com todos

A Ordem dos Advogados (OA) revela-se muito activa no contacto e comunicação com outros advogados e com a sociedade civil. Dois bons exemplos são o 62.° Congresso da Union Internationale des Avocats, que juntou no Porto, entre 30 de Outubro e 3 de Novembro, mais de 900 advogados de todo o mundo com o intuito de partilhar experiências e conhecimento. E a conferência "A União Europeia e Portugal", esta mais dirigida aos cidadãos em geral, visando promover a discussão de assuntos sobre a Europa escolhidos por parte de intervenientes com reconhecido conhecimento dos temas em questão e com visões distintas sobre os mesmos.

A conferência, promovida pela OA e que decorreu no passado dia 15 de Novembro, contou com oradores como Guilherme d’Oliveira Martins, do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian, Carlos Moedas, comissário europeu para a Investigação, Ana Paula Zacarias, secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Pedro Siza Vieira, ministro adjunto e da Economia, entre outros nomes sonantes.

 

Guilherme Figueiredo foi igualmente um dos oradores do evento que teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. O bastonário sublinhou a responsabilidade da OA em projectar uma conferência sobre a União Europeia e Portugal, "porque os advogados enquanto agentes defensores do Estado de direito e direitos fundamentais devem pensar construtivamente a sua multifacetada acção geral, em sentido lato, e, mais especificamente, a relação que mantêm com os tribunais, comités e conselhos internacionais e os direitos, as liberdades e as garantias de afirmação da dignidade da pessoa humana".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI