Outros sites Cofina
Negocios em rede
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Papel da BMW passa pela construção e promoção da mobilidade do futuro

Construtor alemão trabalha todos os dias na eletrificação para alcançar os objetivos globais da neutralidade carbónica.

16 de Setembro de 2020 às 11:32
Massimo Senatore, diretor-geral da BMW Portugal
Massimo Senatore, diretor-geral da BMW Portugal
  • ...

Na BMW, acreditamos que aos grandes desafios se responde com coragem e convicção. E, enquanto fornecedor líder de mobilidade elétrica no segmento premium, a nossa convicção é que o papel que desempenhamos deve passar pela construção e promoção da mobilidade do futuro. Continuamos a ser agentes promotores de uma economia mais verde, prosseguindo o trabalho diário na nossa visão estratégica de eletrificação, assegurando o compromisso de alcançar os objetivos globais da neutralidade carbónica. Para tal, até 2025, vamos investir mais de 30 mil milhões de euros em investigação e desenvolvimento, para assegurarmos a nossa posição enquanto empresa líder no segmento da inovação tecnológica automóvel.

 

Prova disso é a nossa estratégia NUMBER ONE > NEXT, que abriu portas para alcançarmos uma maior eficiência e um desempenho operacional mais forte, posicionando-nos no topo da lista das empresas fornecedoras de mobilidade elétrica ou "e-mobility". Esta estratégia materializa-se no lançamento de 25 modelos eletrificados no mercado até 2023, e, particularmente no caso de Portugal, com o lançamento da nossa joint-venture nacional, a Critical TechWorks, que está a partir de Lisboa e do Porto a desenhar a tecnologia e o software destes veículos. Juntos, estamos a trabalhar numa conciliação entre condução autónoma, mobilidade elétrica e conectividade.

 

O trabalho que empresas como a Critical TechWorks estão a desenvolver permite-nos acelerar a nossa expansão na área da mobilidade sustentável, defendendo uma economia verde, para que haja uma conservação e valorização dos recursos naturais, assente num modelo empresarial consciente e de baixo impacto ecológico.

 

Acreditamos que somente uma ampla oferta de tecnologia pode criar a flexibilidade necessária para impulsionar a mudança na mobilidade na sociedade portuguesa e mundial. Nesse sentido, desenvolvemos a abordagem power of choice – poder de escolha. Um conceito polivalente e abrangente do futuro da mobilidade que disponibiliza aos nossos clientes um conjunto de veículos movidos por motores de combustão (gasolina e diesel), elétricos e híbridos. Desta forma os nossos clientes podem optar pela solução que melhor se enquadre nas suas necessidades. Um exemplo disto é o BMW X3 que é o primeiro modelo da marca a estar disponível nas motorizações a gasolina, diesel, híbrido e totalmente elétrico, dando ao consumidor the power of choice (o poder da escolha).

 

Este ano tem sido fulcral para a mobilidade elétrica do grupo. Lançámos o primeiro modelo MINI 100% elétrico, o MINI Eletric e anunciámos o lançamento de 12 veículos híbridos plug-in. E ainda, em 2022, planeamos apresentar a próxima geração de sistemas de condução elétrica com células de combustível de hidrogénio.

 

BMW eDrive Zones vai tornar as cidades mais "verdes"

 

Estamos também a implementar um plano para melhorar a vida nas cidades e que passa pela introdução de uma tecnologia inovadora para os nossos híbridos plug-in: um sistema automático que permite aos nossos automóveis passar automaticamente para o modo elétrico assim que entram numa zona de zero emissões nas cidades. Este projeto chama-se BMW eDrive Zones e tem como objetivo diminuir os níveis de emissões poluentes nas áreas urbanas.

 

Uma realidade em países como Alemanha, Áustria, Suíça, Holanda, Bélgica e França, com presença em cerca de 80 cidades, e a expectativa é a de que cada vez mais países adotem esta tecnologia, incluindo Portugal, por forma a potenciar a utilização de veículos eletrificados nos principais polos urbanos.

 

Numa economia em que o setor dos transportes é responsável por 25% das emissões de gases com efeitos de estufa, acreditamos que a consciencialização dos consumidores para as questões ambientais saiu reforçada desta crise, pelo que esta poderá ser uma oportunidade histórica para a mobilidade elétrica, se houver uma maior aposta na mobilidade sustentável por parte da Comissão Europeia.

 

São precisas mais medidas para os eléctricos

 

Os custos de produção dos veículos elétricos são mais elevados, pelo que é necessário apoiar esta tecnologia para que se torne competitiva e se massifique. As várias medidas e incentivos, levados a cabo pelos governos europeus, contribuíram para que haja cada vez mais carros ecológicos nas estradas. No entanto, acreditamos que é necessário implementar mais medidas para aumentar a utilização do veículo elétrico, tal como assegurar uma boa rede de carregamento, dar vantagens ao nível das portagens nas autoestradas, estacionamento e a harmonização dos apoios fiscais à aquisição de veículos eletrificados.

 

Em Portugal, a quota de mercado de veículos eletrificados tem vindo a aumentar significativamente, em grande parte pelos diversos incentivos financeiros para as empresas. Acreditamos que, com mais medidas dirigidas aos clientes particulares, poderemos assistir a um maior crescimento da venda de veículos eletrificados.

 

Em suma: com a atual pandemia, não é possível antecipar mas sim dar continuidade ao caminho que o BMW Group tem vindo a desenvolver no sentido da Mobilidade do Futuro, nomeadamente através do desenvolvimento de produtos e tecnologia que simplifiquem a vida das pessoas e, ao mesmo tempo, as tornem mais seguras. Encaramos o atual contexto de profunda transformação da forma como vivemos, nos relacionamos ou consumimos, como uma oportunidade. E tentaremos capitalizá-la!

Mais notícias