Outros sites Cofina
Notícia

Parque de diversões de Lisboa já tem localização

Lisboa vai ter um parque de diversões. António Costa garante que já há localização prevista, mas não a revela para não inflacionar preços. "Brevemente teremos a questão do terreno resolvida", garantiu o presidência da Câmara, explicando estar a ser estudado o modelo de gestão, durante a Redacção Aberta do Negócios.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

"A dúvida é saber se o devemos fazer concursando o parque a uma única entidade que faça a gestão ou se a melhor opção é fazermos o 'layout' e concursar lotes de equipamentos, o que terá necessariamente outra atractividade, mas também outro grau de investimento por parte do município".

 

Definida está já a recompra dos terrenos do Parque Mayer e de Entrecampos (antiga Feira Popular) à Bragaparques, acordo que tem de ir à Assembleia Municipal. O acordo, de 100 milhões de euros (a pagar a 10 anos em oito prestações anuais), remete para tribunal arbitral a possibilidade da empresa de Domingos Névoa receber uma

 
Redacção Aberta

O Negócios convida personalidades que respondem a questões colocadas pelos jornalistas, no meio da redacção. O último convidado foi António Costa que falou de tudo. Do PS, da esquerda, da Europa e de Lisboa.

indemnização por lucros cessantes e juros pelos empréstimos bancários que teve de fazer. "O acordo foi tentado muitas vezes ao longo destes anos e não foi possível", garante António Costa para quem "o mais urgente é estabilizar a propriedade". O que é "particularmente crítico" no Parque Mayer, para "rapidamente executar o Plano de Pormenor aprovado", mas estando em fase de conclusão a reabilitação do cinema Capitólio. "Sendo o único edifício classificado, era aquele que podíamos restaurar. A partir daqui, já seria uma grande imprudência prosseguirmos os trabalhos".

 

Já Entrecampos "não ficará no município para sempre. Quando iremos alienar depende muito das condições de mercado".

Mais notícias