Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião por Celso Filipe
Informação sobre o colunista
Celso  Filipe
Diretor-adjunto

Nasceu em 1964 e é atualmente diretor-adjunto do Jornal de Negócios. Frequentou o 4.º ano do curso de Comunicação Social da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Começou a atividade como jornalista em 1986 na revista “África Hoje”, tendo depois transitado para a “África Confidencial”, uma publicação de circulação reservada a assinantes. Como jornalista passou depois pelos semanários “Tempo”, “Semanário” e “Expresso”. Entre 1995 e 2005 esteve no “Diário Económico” onde desempenhou as funções de editor e chefe de redação. Entre 1998 e 1999 colaborou na Rádio Renascença com um comentário semanal sobre assuntos económicos. Em 2006 entrou no Jornal de Negócios como editor da secção de empresas.

Artigos de opinião deste autor

Isto é gozar com a livre escolha

06.12.2022

A recomendação da ERC de que a SIC compense o partido Chega por ter sido excluído do programa “Isto É Gozar Com Quem Trabalha” enquadra-se no domínio do hilário, mas é igualmente um tema muito sério e como tal não pode apenas acantonar-se na esfera do ridículo.

Esta guerra é mundial

05.12.2022

A natureza mundial desta guerra é exemplificada pelos superpetroleiros carregados que neste momento navegam pachorrentamente pelos oceanos. Estes superpetroleiros mimetizam o comportamento dos abutres.

Perversos 32.000%

04.12.2022

As quarentenas obrigatórias e os testes massivos criaram uma nova classe na China que a The Economist identifica como “magnatas pandémicos”.

A maldição ao contrário

01.12.2022

Além de colocar uma pressão adicional a António Costa Silva, a minirremodelação efetuada por António Costa, que promoveu a seu Adjunto o até agora secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, transmite um efeito de desgaste extemporâneo.

O poder das redes

29.11.2022

O poder discricionário das redes sociais é imparável. Os reguladores de cada país podem até impor multas pesadas, mas este tipo de ação punitiva é incapaz de travar a sua natureza hegemónica.

“Pecunia non olet”

28.11.2022

Além do ambiente, a APA consegue assim defender com zelo a propriedade privada, transformando os autóctones em perigosas ameaças a este equilíbrio, que faz do litoral alentejano, em especial da faixa entre Troia e Melides, um paraíso para meia dúzia de privilegiados.

A capitulação da TAP

24.11.2022

Anunciar o número de voos cancelados é dar uma enorme vantagem à concorrência, fazendo com que eventuais clientes, na altura de escolher uma companhia, retirem a TAP das suas opções. Não apenas nesta época festiva, marcada por uma grande procura, mas também num futuro próximo. A via escolhida pela TAP foi um tiro no pé.

O princípio da hipocrisia

22.11.2022

O passado justifica o presente? É claro que não, mas ajuda a perceber como o futebol e a política sempre andaram de mãos dadas. A atribuição do Mundial ao Qatar nunca devia ter acontecido.

A coisa não vai ficar por aqui

20.11.2022

A oposição pretende acelerar o ciclo político e sabe que a única forma de o fazer é forçar a saída de António Costa, na medida em que o Presidente da República já avisou que convocará eleições antecipadas se o primeiro-ministro se demitir. O livro de Carlos Costa contribui para a erosão de António Costa, também já pressionado pela demissão do seu secretário de Estado Adjunto, Miguel Alves.

Trump e o liberalismo

16.11.2022

O poder político nas mãos de Trump é uma bomba-relógio que conduzirá a um desfecho trágico como ficou patente na invasão do Capitólio.

A bolha 2.0

14.11.2022

Esta bolha 2.0 traduz-se no esgotamento de um modelo expansionista e vai trazer repercussões ainda maiores, materializadas nos progressos em matéria de inteligência artificial.

Ver Mais
Mais lidas
Publicidade
pub
pub
pub
Publicidade
C•Studio