Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 02 de Junho de 2016 às 00:01

Um gigante com pés de barro

Na quarta-feira, as acções do BCP caíram mais de 10% e igualaram o mínimo histórico registado em Junho de 2012. Porquê? As razões conhecidas foram a saída do índice de acções globais do MSCI e um "research" negativo do Goldman Sachs. E o dia fechou com a CMVM a proibir temporariamente vendas a descoberto de acções do banco.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...
Expurgando os juízos de valor sobre a razoabilidade desta queda do BCP sobra a evidência que gera perplexidade. Ao fecho da sessão de ontem, o BPI valia mais em bolsa do que o BCP. O banco liderado por Fernando Ulrich registava uma capitalização de 1.680 milhões de euros enquanto a instituição financeira dirigida por Nuno Amado se situava nos 1.601 milhões de euros.

...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias