Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Chevrolet Trax: Vocação urbana

O segmento dos pequenos "crossover" urbanos não pára de crescer no mercado europeu. Os números não enganam: em apenas quatro anos, entre 2008 e 2012, as vendas duplicaram, passando das 130 mil unidades para mais de 260 mil.

Negócios 01 de Junho de 2013 às 10:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Características

 

€23.990

 

Chevrolet Trax 1.7 D, nível LS 
FWDMotor: 4 cilindros, 16 válvulas, common-rail, turbodiesel, start/stop
Cilindrada: 1.686cc
Potência máxima: 130cv às 4.000rpm
Binário máx.: 300Nm às 2.000-2.500rpm
Velocidade máxima: 186km/h
Aceleração máxima: 9,6seg. 0-100km/h
Tracção: dianteira (FWD)
Transmissão: manual de 6 velocidades
Consumo urbano: 5,4 litros/100km
Consumo extra-urbano: 4,0 litros/100km
Consumo misto: 4,5 litros/100km
Emissões CO2: 120g/km

 


O segmento dos pequenos "crossover" urbanos não pára de crescer no mercado europeu. Os números não enganam: em apenas quatro anos, entre 2008 e 2012, as vendas duplicaram, passando das 130 mil unidades para mais de 260 mil. E todas as estimativas indicam que esta espiral positiva, uma das únicas no sector, vai continuar - 17% é o crescimento anual estimado entre 2013 e 2016. Não admira, por isso, que nenhum construtor generalista de vocação europeia queira ficar de fora. Os novos modelos multiplicam-se a um ritmo impressionante, de tal forma que o mercado corre o risco de ficar "engarrafado".


Proprietária da Opel e da Chevrolet, a General Motors desenvolveu uma plataforma comum para este segmento, na qual são baseados os novos Opel Mokka, do qual já aqui falámos anteriormente, e o Chevrolet Trax, cuja apresentação dinâmica decorreu recentemente na Croácia. Foi a forma mais rápida e económica de responder ao mercado.


Mais americanizado
Tecnicamente, o Opel Mokka e o Chevrolet Trax são, por isso, muito idênticos, mas o mesmo já não acontece em termos estéticos. Com 4,25 metros de comprimento, o Trax é ligeiramente mais curto que o Mokka e distingue-se pelas linhas da carroçaria mais musculadas, à boa maneira americana, e pelo "design" específico do habitáculo.


Além da plataforma, o Trax partilha com o seu "irmão-gémeo" os motores e as transmissões. A gama Trax para o mercado nacional compreende apenas uma unidade a gasolina de 1.4 litros sobrealimentada (turbo), de 140cv, combinada a uma caixa manual de seis velocidades e a uma transmissão às quatro rodas. Do lado Diesel, está disponível o bloco 1.7 VCDI de 130cv na versão de duas rodas motrizes com caixa manual ou automática de seis relações, ou ainda com a transmissão de quatro rodas, mas neste caso exclusivamente com caixa manual de seis velocidades.


O sistema de tracção integral (AWD) adapta-se automaticamente às condições do piso, repartindo até 50% do binário ao eixo traseiro quando necessário. Para maior segurança e evitar situações de escorregamento, o modelo vem equipado com assistência ao arranque em subidas e controlo de velocidade nas descidas.


A partir do segundo nível de equipamento, o LT (o LS é o base), o Trax dispõe de protecções inferiores exteriores em alumínio, sobretudo na parte dianteira, muito úteis no fora de estrada. As capacidades do Trax para o todo-o-terreno estão, no entanto, limitadas, devido à configuração baixa do pára-choques dianteiro, que reduz o ângulo de ataque. Em contrapartida, a carroçaria alta e a boa distância ao solo permitem uma condução dinâmica e agradável.


O equipamento de segurança inclui ainda, entre outros, os controlos de estabilidade e de tracção, o ABS de quatro canais com distribuição electrónica da força da travagem e sensor de rolamento da carroçaria.


Versatilidade interior
No habitáculo, espaçoso e de linhas modernas, o painel de instrumentos é composto um conta-rotações redondo, do lado direito, e por um velocímetro digital, do lado esquerdo. Tipicamente à americana, a informação é oferecida em dois formatos distintos, analógico e digital. A marca propõe três combinações de cores para os revestimentos interiores, do tecido ao couro sintético, e o nível dos materiais e acabamentos é o correcto para a categoria do Trax.


Com cinco lugares, o interior permite até oito configurações de bancos e adaptar o espaço de carga entre os 356 e os 1.370 litros. Existem ainda vários espaços de arrumação para pequenos objectos. As barras de tejadilho fazem parte do equipamento de série.


As versões mais equipadas dispõem da tecnologia Chevrolet MyLink que permite a conectividade entre "smartphones" e escolher várias aplicações, como o sistema de navegação BringGo.


O Chevrolet Trax está à venda a partir de meados de Junho e os preços variam entre os 23.990 e os 28.450 euros.

 

 


Negócios na Croácia, a convite da GM Portugal



Ver comentários
Outras Notícias