Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A "fábrica das letras" faz 250 anos

Desata-se o novelo da história da Imprensa Nacional e dele saltam nomes de artistas, jornalistas, intelectuais. Na casa dos caracteres, formaram-se homens de letras e não raramente aprendizes da tipografia transformavam-se em sábios e resistentes. Norberto de Araújo, escritor e olissipógrafo, trabalhou como compositor tipográfico na instituição. Tal como José Eduardo Coelho, fundador do Diário de Notícias. A costureira-dobradeira Berta Fonseca ficou conhecida na casa das letras por ter oferecido especial resistência num interrogatório da PIDE. A Imprensa Nacional completa dois séculos e meio de história que agora estão a ser reunidos em livro.

Fundição da Imprensa Nacional - Funcionou desde a sua criação até à década de 1980. (Colecção Imprensa Nacional - Casa da Moeda)
Lúcia Crespo lcrespo@negocios.pt 07 de Setembro de 2018 às 10:47
  • Partilhar artigo
  • ...
Benjamim Godinho tem na memória a imagem do avô a descer as escadas centrais do edifício da Imprensa Nacional na Baixa lisboeta. Havia uma salinha onde os trabalhadores recebiam os familiares. Aquelas escadas e aquele edifício fascinavam o miúdo que viria a seguir a obra de António José Godinho, transportador litográfico, no mundo dos caracteres. O neto entrou na escola tipográfica em 1966, conheceu os materiais que construíam as ...
Ver comentários
Saber mais Imprensa Nacional INCM Norberto de Araújo José Eduardo Coelho Diário de Notícias PIDE Estado Novo Marquês de Pombal Francesco Bartolozzi Miguel Ângelo Lupi Luís Derouet Partido Comunista Duarte Azinheira Junot 25 de Abril Azedo Gneco Diário da República
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias