Outros sites Cofina
Notícias em Destaque

Geração “slasher” – jovens que acumulam profissões

Fazem muitas coisas ao mesmo tempo e por isso precisam de um “slash” (uma barra) na apresentação. Mariana Cáceres é ilustradora/tatuadora e Gonçalo Vicente apresenta-se como “personal trainer”/osteopata/formador. Soraia Tomás é enfermeira/DJ e Filipa Costa é terapeuta da fala/bailarina. Rondam os 30 anos e têm mais do que uma identidade profissional. Pertencer à chamada “geração slasher” é pôr as experiências à frente da carreira ou colocar o propósito acima do “status” – mas em tempo de crise pode significar também uma alternativa.
Helena Viegas 17 de Outubro de 2020 às 10:00

Foto em cima: Soraia Tomás, de 27 anos, é enfermeira e DJ. "Para ter duas (ou mais) identidades profissionais, é preciso trabalhar muito, é necessário esforço, dedicação, e muitos jovens da minha idade não têm essa persistência."

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Slasher China millennials part-time precariedade confinamento Estados Unidos freelancer China profissão turismo Lisboa ginásio 25 de Abril pandemia
Outras Notícias
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€