Governo avança com apoios às câmaras para esterilização de animais

Agora é que é. O secretário de Estado da Agricultura e Alimentação comprometeu-se a avançar até 15 de Março com os apoios às câmara para esterilização de animais. Governo vai também lançar uma campanha de sensibilização contra o abandono de animais.
Luís Costa/Correio da Manhã
pub
Manuel Esteves 04 de março de 2018 às 18:57

O Governo vai avançar até 15 de Março com os apoios financeiros às câmaras para que estas possam avançar com a esterilização dos animais, estejam estes abandonados, adoptados ou residentes em canis municipais. A garantia foi dada na sexta-feira pelo secretário de Estado da Agricultura e Alimentação que, numa audição da comissão parlamentar de Ambiente e poder local, assegurou que o despacho relativo a estas verbas sairá durante a primeira quinzena do mês. 

Luís Medeiros Vieira não revelou valores, mas a intenção inicial do Governo era que o apoio global ascendesse a 800 mil euros visando a realização de 20 mil esterilizações por ano.  

Esta medida é considerada imprescindível pelos activistas para garantir o efectivo cumprimento da Lei 27/2016, que veio proibir os abates nos canis e gatis municipais. As câmaras queixam-se de não ter condições nem meios para atingir este objectivo reclamando apoios do Estado central.

É nesse sentido que surgem as medidas do Governo, divididas em dois eixos. Por um lado, através da atribuição de verbas que ajudem os municípios a financiar as acções de esterilização; e, por outro lado, pelo financiamento da construção e obras de modernização dos Centros de Recolha Oficiais (CRO), o novo nome para os tradicionais canis e gatis.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, citado pela Lusa, existem actualmente 131 câmaras municipais que não possuem Centros de Recolha Oficiais de Animais e que apenas houve 31 candidaturas para obras de melhoramento destes espaços. "Temos 277 câmaras, nestas temos 69 CRO que servem 146 municípios, dos quais 13 intermunicipais e 56 municipais. Temos 131 câmaras sem serviço CRO. Isto segundo dados registados na Direção Geral de Alimentação e Veterinária", disse Luís Medeiros Vieira, em declarações à agência Lusa.

pub

 

Governo lança campanha de sensibilização

 

Luís Medeiros Vieira anunciou ainda, no Parlamento, que o Governo vai lançar uma campanha de sensibilização para o não abandono dos animais de companhia dirigida ao público em geral que irá passar na televisão, nas rádios, além da distribuição de panfletos.

 

pub

Da responsabilidade da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária, a campanha vai ser lançada dia 14 de Março, com a distribuição de 40 mil folhetos contra o abandono dos animais e mensagens positivas, além de outros tantos sobre a esterilização, embora mais direccionados para os consultórios de médicos veterinários.

 

"Trata-se de uma medida que será mais um passo para sensibilizar as pessoas contra o abandono dos animais e os cuidados a ter com os mesmos", disse Luís Medeiros Vieira, citado pela Lusa. Segundo detalhou a agência noticiosa, os panfletos dão vários conselhos aos donos de animais, no que diz respeito, sobretudo, ao não abandono, ao mesmo tempo que apelam ao controlo da reprodução, lembrando que a reprodução sistemática de animais, sem que haja famílias suficientes para acolher os animais nascidos, pode configurar um mau trato.

pub