Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal ainda só recebeu 65 dos 508 Ventiladores comprados à China

A concorrência entre países tem levado ao atraso da entrega. Os ventiladores comprados por Portugal devem ser entregues na próxima semana, mas deviam ter chegado a 15 de abril, segundo o Público.

Negócios 17 de Abril de 2020 às 09:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A forte procura registada em quase todos os países levou os fornecedores chineses a atrasarem a entrega das 508 máquinas encomendadas e já pagas a 23 de março pelo Governo. Até agora, apenas 65 chegaram à embaixada portuguesa em Pequim, conta o Público na edição desta sexta-feira.

Os restantes ventiladores, que deveriam já ter chegado no dia 15 de abril, deverão chegar a Portugal na próxima semana, acrescenta o mesmo jornal.

A justificar esta demora na entrega pelos fornecedores está "a pressão da concorrência entre países para a compra destas máquinas de assistência respiratória, bem como de materiais de projeção médica".

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, garantiu ao Público que o Governo está confiante de que o material vai chegar. E que além desta encomenda, também estão asseguradas outras que já realizou de cerca de mil ventiladores.

"Em Portugal há já mais ventiladores do que há pessoas em cuidados intensivos, sendo que nem todas elas precisam de ventilador", sublinhou Eurico Brilhante Dias sublinha.

Segundo os dados citados pelo Público, após a chegada dos novos 65 na próxima semana, Portugal tem já mais de 200 ventiladores oriundos da China, uma vez que chegaram entretanto outros 144. A estes juntam-se os 1142 que existiam no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os 250 do setor privado.

Ver comentários
Saber mais Portugal Ventiladores
Outras Notícias