Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Regiões espanholas querem acabar com uso obrigatório de máscara

Primeiro foi a região de Castela-Mancha e, mais tarde, juntou-se Madrid. A medida vai ter que ser ponderada a nível nacional e deverá avançar por região com respeito aos indicadores pandémicos.

João Ruas Marques 31 de Maio de 2021 às 16:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A comunidade autónoma espanhola de Castela-Mancha quer avançar uma data para o fim da obrigatoriedade da utilização de máscaras no exterior, à semelhança do que está já definido em Malta. Madrid estará também a estudar a opção.

O anúncio feito feito pelo presidente da comunidade com capital em Toledo, Emiliano García-Page que, ainda assim, defende que este tem que ser um esforço comum a nível nacional. "Propomos ao Governo e ao resto das comunidades que seja uma decisão a maturar nas próximas semanas", apelou García-Page.

A ideia é que as máscaras deixem de ser obrigatórias nos espaços públicos e ao ar livre, segundo avança o jornal espanol El País. 

A dar força à proposta da região de Castela-Mancha estão os dados epidemiológicos recolhidos pelo país, que evidencia um aceleramento do ritmo de vacinação e um número cada vez mais reduzido de novos contágios.

Ao apelo de García-Page respondeu já a comunidade de Madrid que anunciou estar também a ponderar o levantamento da medida. 

Já a presidente das ilhas Baleares, Francina Armengol defende que a medida terá que ser tomada de acordo com a incidência em cada região, adiantando que "nas Baleares não estamos ainda em posição de ponderar retirar a obrigatoriedade de máscara". 

Segundo o site Our World In Data (OWID) que compila dados epidemiológicos de vários países, Espanha apresentava no dia 30 de maio uma média a 7 dias de 98,40 casos por milhão de habitantes e 37,87% da população vacinada com uma dose no dia 27 de maio (dados mais recentes disponíveis).


Ver comentários
Saber mais máscaras espanha pandemia restrições medidas restritivas
Outras Notícias