Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ano arranca com descida mais a pique dos voos. Madeira passa Faro e Reino Unido sai dos favoritos

França foi o principal país de origem e de destino dos voos com passageiros. Já o Reino Unido deixou de fazer parte destas listas.

Unsplash
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 17 de Março de 2021 às 11:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os aeroportos nacionais registaram o movimento de 772 mil passageiros em janeiro, o que representa um decréscimo homólogo de 79,3%, acima dos 74,7% de dezembro, de acordo com os números revelados hoje pelo INE.

No primeiro mês do ano, no qual o país voltou a confinar, aterraram em Portugal 5,8 mil aeronaves em voos comerciais, ou seja menos 62% que no ano anterior. Em dezembro a quebra foi de -57,3%.

Cerca de 70% dos passageiros que por cá desembarcaram corresponderam a tráfego internacional (82% no período homólogo), sendo a maioria provenientes de aeroportos localizados no continente europeu (52%). Aqueles que decidiram embarcar seguem exatamente as mesmas tendências: cerca de 77% estão associados a tráfego internacional (83% no período homólogo), e 63% tiveram como principal destino a Europa.

Reino Unido sai dos favoritos

França foi o principal país de origem e de destino dos voos com passageiros. Seguiu-se o Brasil, como o segundo principal país de origem e o quarto de destino. A Suíça foi o terceiro principal país de origem e o segundo de destino. Espanha evidenciou os maiores decréscimos em ambos os indicadores e ocupou a quinta posição. Já o Reino Unido deixou de surgir neste conjunto dos principais países de origem e destino.

Lisboa manteve a liderança no número de passageiros movimentando 54,3% do total, embora tenha notado um decréscimo de 80,8%. Já sofreu o maior decréscimo do número de passageiros movimentados no mês de janeiro (-85,9%). Foi mesmo ultrapassado pelo aeroporto da Madeira, que foi o terceiro aeroporto com maior movimento de passageiros (52,6 mil, -76,6%).

No que diz respeito ao movimento de carga e correio, este totalizou 12 mil toneladas, correspondendo a uma diminuição de 30,2% (-23,1% em dezembro e -27,2% em novembro).

Ver comentários
Saber mais Madeira Faro Reino Unido economia negócios e finanças economia (geral) transportes aviação turismo política governo (sistema)
Outras Notícias