Economia Casa Branca orquestra travão de fluxo de investimento para a China

Casa Branca orquestra travão de fluxo de investimento para a China

Os Estados Unidos estão a "polir" uma nova arma que poderá ser utilizada para pressionar o Governo chinês num contexto de disputa comercial. A investida pode vir ao nível dos mercados.
Casa Branca orquestra travão de fluxo de investimento para a China
EPA
Negócios com Bloomberg 27 de setembro de 2019 às 18:39

Responsáveis da Casa Branca estão a discutir formas de limitar o portefólio de investimentos com origem nos Estados Unidos e que se destinam à China, avança a Bloomberg. Esta medida poderá ter um impacto de milhares de milhões e refletir-se em índices de grande relevo.

Foram fontes envolvidas nas discussões a informar a Bloomberg destes planos, detalha a agência de notícias. As discussões em torno do investimento estão a decorrer numa altura em que se aproxima a próxima ronda de negociações entre os Estados Unidos e China com o objetivo de solucionar a corrente disputa comercial.

Entre as opções discutidas pela equipa de Trump estão o retirar da bolsa dos Estados Unidos algumas empresas chinesas ou impor limites à exposição ao mercado chinês através dos fundos de pensões governamentais. Os detalhes ainda terão de ser trabalhados e aprovados pelo líder norte-americano, que foi já responsável por dar luz verde à realização das discussões em torno deste tema.

A carta do investimento pode abalar as discussões com Pequim na medida em que a nação asiática tem vindo a remover as restrições ao financiamento estrangeiro no seu mercado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI