Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo estima que saída do PDE poupe 250 milhões em juros por ano

A estimativa refere-se à poupança que decorre da descida das taxas de juro e tem efeitos este ano e no próximo, segundo confirmou o Ministério das Finanças.

Bruno Simão/Negócios
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

O Governo estima que a saída do Procedimento por Défices Excessivos (PDE) permita poupar 250 milhões de euros por ano em juros, neste ano e no próximo.

"A actualização do cenário feita recentemente, comparativamente com o Programa de Estabilidade, identificou uma poupança de na ordem dos 250 milhoes de euros por ano, com a baixa dos juros verificada nas últimas semanas", referiu fonte oficial do ministério das Finanças, em resposta ao Negócios, acrescentando que a previsão se aplica a 2017 e 2018.

 

A informação tinha sido prestada pelo ministro das Finanças, Mário Centeno (na foto), aos parceiros sociais, segundo explicou aos jornalistas o presidente da CIP à saída de uma reunião de concertação social.

 

"O senhor ministro referiu-nos aqui um valor que registamos com agrado. Esta saída permitirá um alívio de qualquer coisa como 250 milhões de euros por ano, o que é uma boa notícia", afirmou António Saraiva, que antes se tinha referido ao aumento da confiança e aos juros.

 

"E se isso permitir que esta poupança seja canalizada para estímulos à economia esse será o grande objectivo", acrescentou o presidente da CIP.

Arménio Carlos, da CGTP, explicou depois que o ministro se referia à evolução dos juros da dívida, com efeitos em 2017 e 2018.

 

"Tem a ver com a evolução de juros da dívida", disse o secretário-geral da CGTP. "É uma previsão para 2017 e 2018", acrescentou.

A saída de Portugal do Procedimento por Défices Excessivos, proposta pela Comissão Europeia na semana passada, foi o primeiro dos pontos em discussão na reunião de concertação social desta quinta-feira, dia 1 de Junho.

(Notícia actualizada às 22:25 com mais informação confirmada pelo Ministério das Finanças)

Ver comentários
Saber mais Mário Centeno António Saraiva presidente da CIP Governo ministro das Finanças PDE
Mais lidas
Outras Notícias