Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Krugman: Aumento do salário mínimo pode ser "problemático"

O prémio Nobel da Economia apoia o aumento do salário mínimo nos Estados Unidos, mas defende que em Portugal é preciso ter "muito cuidado".  

Bloomberg
  • Assine já 1€/1 mês
  • 25
  • ...

Paul Krugman é um defensor do aumento do salário mínimo nos Estados Unidos, mas não está seguro que isso faça sentido em Portugal, e aconselhou mesmo o país a ter muito cuidado com a evolução dos preços, visto que não tem moeda própria - o que poderia permitir uma desvalorização que ajudasse em termos de competitividade internacional.

O prémio Nobel, que está em Lisboa para participar numa conferência de homenagem a Silva Lopes organizada pelo Banco de Portugal, foi interpelado por Braga de Macedo, um dos seus conhecidos em Portugal. O ex-conselheiro do anterior Governo questionou Krugman sobre se achava que, depois do ajustamento dos últimos anos, Portugal poderia "morrer na praia", visto que "o salário mínimo vai aumentar de forma significativa" e "várias reformas estruturais estão em dúvida".

O economista norte-americano passou ao lado das reformas estruturais, mas aconselhou cautela em relação ao salário mínimo: "É problemático (...) Eu sou um grande defensor do aumento do salário mínimo nos Estados Unidos, mas lá o salário é muito baixo e nós temos uma moeda própria", o que pode ajudar a compensar o aumento de preços.

Assumindo que o país permanece na Zona Euro, "então é preciso muito cuidado" com tudo o que possa prejudicar a competitividade nas exportações. O economista propôs ainda formas de melhorar o funcionamento da Zona Euro que ajudariam todos os países da união monetária, entre elas destacou uma efectiva união bancária, uma união orçamental e um regresso mais rápido da inflação para valores acima de 2%.

Ver comentários
Saber mais Paul Krugman Nobel Silva Lopes Banco de Portugal Braga de Macedo Zona Euro
Outras Notícias