Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lagarde quer manter David Lipton como número dois no FMI

Christine Lagarde, directora-geral do Fundo Monetário Internacional, propôs a manutenção de David Lipton no cargo de vice-director-geral da instituição por mais cinco anos.

Bloomberg
Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 28 de Março de 2016 às 15:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, propôs a renovação de mandato de David Lipton (na foto) que deverá, assim, continuar a exercer a função de vice-director-geral até 2021.

A informação foi divulgada pela instituição através de um comunicado hoje divulgado. "Estou encantada por propor que David Lipton continue como vice-director geral", afirmou Lagarde nesta nota, elogiando a actuação do responsável nos últimos cinco anos.

O novo mandato de cinco anos da Presidente deverá começar a 1 de Setembro de 2016.

"David é um jogador de equipa consumado e, juntos, com os directores Mitsuhiro Furusawa, Carla Grasso e Min Zhu, estamos ansiosos por continuar a beneficiar do seu intelecto incisivo, do seu conselho sábio e da e sua colegialidade terna", acrescentou.

David Lipton, cidadão norte-americano, assumiu estas funções pela primeira vez em Setembro de 2011, tendo servido antes como consultor para o Fundo Monetário Internacional. Antes de integrar o FMI, Lipton trabalhou na Casa Branca como assistente do Presidente e como director sénior para os Assuntos Económicos Internacionais.

A directora-geral selecciona e nomeia o vice-director-geral, tendo a escolha de ser posteriormente aprovada pelo Comité Executivo do FMI.

Ver comentários
Saber mais Christine Lagarde David Lipton FMI Fundo Monetário Internacional
Mais lidas
Outras Notícias