Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Marques Mendes antecipa respostas às dúvidas sobre plano de vacinação

No seu espaço de comentário na SIC, Marques Mendes antecipou esta noite as respostas às dúvidas dos portugueses sobre o plano de vacinação no país.

#25 - Luís Marques Mendes
Negócios jng@negocios.pt 29 de Novembro de 2020 às 22:06

"Dentro de dias as autoridades vão aprovar o Plano de Vacinação em Portugal e este é o grande factor de esperança no combate à covid-19", comentou Luís Marques Mendes esta noite, nas suas notas habituais na SIC.

 

O analista político antecipou as respostas às principais dúvidas que se colocam aos portugueses:

 

Quantas vacinas vamos ter? Em princípio 6:

- BioNTech/Pfizer

- Astrazeneca/Universidade de Oxford

- Moderna

- Johnson & Johnson- Janssen

- Sanofi-GSK

- Curevac

 

Quantas já estão em avaliação pela EMA? 3:

- BioNTech/Pfizer

- Astrazeneca/Universidade de Oxford

- Moderna

- Diferentes no tipo, no preço e nas condições de armazenamento mas todas com eficácia alta.

- Por contraste, a vacina da gripe tem entre 40% e 45% de eficácia.

 

Quando estarão aprovadas pela EMA?

- As primeiras vacinas poderão estar aprovadas já no próximo mês de Dezembro.

 

Quando começarão a chegar a Portugal?

- As primeiras doses chegarão já no próximo mês de Janeiro.

- O calendário da Pfizer é de fornecimento gradual entre Janeiro e Setembro de 2021.

- O calendário da Moderna é de fornecimento entre Fevereiro e fim de 2021.

- Nas demais vacinas não há ainda calendário de entrega.

 

A vacinação é gratuita?

- Sim, a vacinação é universal e gratuita para todos os portugueses.

- A vacinação não é obrigatória mas haverá uma campanha de sensibilização.

 

Quantas doses deve tomar cada pessoa?

- Em relação às 3 vacinas já em avaliação pela EMA (Pfizer, Astrazeneca e Moderna), são 2 doses por pessoa.

- Tomadas com intervalo de 3 a 4 semanas entre a 1a e a 2a dose.

- A vacina da Johnson&Johnson-Janssen (mais atrasada) será tomada só numa dose.

 

Quais são os primeiros grupos sociais e profissionais a serem vacinados?

- Idosos

- Residentes dos lares

- Profissionais dos lares

- Profissionais de saúde

- Forças de segurança

- Proteção civil

 

Quantas doses vai receber Portugal? No total, cerca de 22 milhões de doses, entregues por fases:

- 4,5 milhões da BioNTech/Pfizer;

- 6,9 milhões da Astrazeneca/Universidade de Oxford;

- 4,5 milhões da Johnson&Johnson-Janssen;

- 1,9 milhões da Moderna;

- 4 milhões da Curevac;

- No final, haverá vacinas para todos os portugueses.

 

Pontos de vacinação?

- Não haverá vacinas em farmácias nesta primeira fase.

- As vacinas contra a COVID-19 serão geridas integralmente pelo SNS.

- Nesta primeira fase, a vacinação far-se-á nos centros de saúde, podendo ser alargada posteriormente a outros pontos de vacinação.

 

Como será o armazenamento das vacinas?

- Haverá um armazenamento central único.

- Haverá armazenamentos regionais nas 5 ARS e nas regiões autónomas.

- Poderá ainda haver armazenamento em agrupamentos de saúde.

 

 

O antigo presidente do PSD sublinhou que "é notável como em menos de 12 meses se descobre uma vacina contra a covid-19". "Antigamente, a descoberta de uma vacina levava anos. Um grande exemplo da comunidade científica", destacou.

 

Ainda sobre as vacinas, Marques Mendes debruçou-se também sobre os PALOP, com uma sugestão ao Presidente da República e ao Governo: "tal como a UE está a ajudar Portugal, seria boa ideia que a CPLP ajudasse os PALOP nos seus processos de vacinação. Por uma razão de solidariedade. E por uma razão de protecção dos portugueses – a nossa  sociedade está hoje muito ligada aos países africanos de língua portuguesa".

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio