Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Somos mais pobres ou mais ricos do que pensamos? Eurostat ajuda a responder

O gabinete de estatísticas europeu publicou um mapa interativo no qual permite que, de forma simplificada, as famílias comparem o seu rendimento líquido com o das outras famílias que existem no país.

O mercado de trabalho continua a melhorar, mas a um ritmo mais lento.
Bruno Simão
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Se tem noção do rendimento mensal líquido do seu agregado familiar pode utilizar essa informação para ter uma ideia sobre a percentagem de famílias que vivem com um valor superior.

 

O Eurostat publicou um mapa interativo neste link, que a partir do valor mensal líquido e da composição do agregado familiar (número de adultos e de crianças) procura indicar onde é que a família está situada em termos de distribuição de rendimento.

 

Por exemplo: no caso de uma família com dois adultos que recebem o salário mínimo, considerando os descontos da Taxa Social Única (-11%) mas também a distribuição dos subsídios de férias e de natal pelos doze meses do ano o rendimento líquido mensal é de 1.381 euros.

Se esta família com dois adultos tiver uma criança com menos de 14 anos, fica mais ou menos a meio, uma vez que o Eurostat informa nas conclusões que "metade das pessoas em Portugal têm um rendimento superior ao seu".

Basta que o rendimento (líquido, atenção) seja idêntico ao dobro do salário mínimo no caso dos dois adultos (2762 euros), num agregado com uma criança, para que a família fique classificada entre as 10% com maior nível de rendimentos.

Em 2019, a OCDE lançou um simulador semelhante.

Ver comentários
Saber mais Rendimentos Eurostat trabalho distribuição de rendimentos desigualdade
Outras Notícias