Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Miguel Cabrita: Empresas "estão mais disponíveis" para mudanças na lei laboral

O Governo quer dar dois meses para a negociação de um acordo com sindicatos e patrões que envolva os limites à contratação a prazo e o fim do banco de horas individual. Mas avisa que “não ficará refém” da concertação social.

Este conteúdo é exclusivo para Assinantes Assine já! Se já é assinante faça LOGIN
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Seria "relevante" ter um acordo com os patrões sobre o fim do banco de horas e a redução da duração dos contratos a prazo. Em entrevista ao Negócios e à Antena 1, o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, admite ajustar propostas nas negociações com patrões e sindicatos, nos próximos dois meses. Mas acrescenta que o Governo "não ficará refém" da concertação social.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Miguel Cabrita banco de horas contratos a prazo concertação social lei laboral Código do Trabalho concertação social PCP BE PS
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias