Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Inglaterra prevê o menor crescimento do Reino Unido desde 2009

A incerteza em torno do Brexit e o abrandamento da economia mundial deverá levar o produto interno bruto (PIB) do Reino Unido a registar o crescimento mais baixo em 10 anos, segundo as novas previsões do Banco de Inglaterra.

Reuters
Negócios 07 de Fevereiro de 2019 às 12:24
  • Partilhar artigo
  • ...

O Banco de Inglaterra decidiu manter a sua política monetária, não fazendo qualquer alteração nas taxas de juro de referência, tal como era esperado. Mas publicou as suas estimativas mais recentes para a economia e não são otimistas.

 

"A economia do Reino Unido abrandou no final de 2018 e parecer ter enfraquecido mais no início de 2019", referem os responsáveis do Banco de Inglaterra no comunicado publicado esta quinta-feira, 7 de fevereiro, e citado pela Reuters.

 

"Este abrandamento reflete essencialmente a atividade [económica] mais lenta fora de portas e os grandes efeitos das incertezas do Brexit dentro de portas", sublinham os mesmos responsáveis.

 

Num contexto económico de grande incerteza e onde várias economias estão a reportar estimativas menos otimistas – como hoje a Comissão Europeia sobre a Zona Euro –, o banco central do Reino Unido decidiu rever em baixa as suas estimativas de crescimento para este ano para 1,2%. A anterior previsão, publicada em novembro, apontava para uma expansão de 1,7%.

 

A Reuters realça que as novas projeções representam o maior corte desde o período imediatamente a seguir ao referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e que ditou a vitória do Brexit. A confirmar-se este ritmo de crescimento, o Reino Unido viverá o pior período desde a crise financeira, que ditou quebras no crescimento económico em 2009.

Ver comentários
Saber mais Mark Carney Banco de Inglaterra Reino Unido Brexit
Outras Notícias