Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Atividade económica na Zona Euro cresceu mais do que o esperado em abril

Embora o PMI tenha abrandado face a março, a leitura de abril foi superior ao apontado na primeira estimativa. Irlanda e Espanha foram os países que mais puxaram pela atividade da indústria e serviços.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 06 de Maio de 2019 às 10:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A atividade económica na Zona Euro cresceu mais do que o esperado no mês passado, impulsionada sobretudo pelo desempenho do setor dos serviços.

De acordo com os dados revelados esta segunda-feira, 6 de maio, pela Markit Economics, o PMI compósito – que mede a atividade da indústria e dos serviços – fixou-se nos 51,5 pontos, em abril, ligeiramente abaixo dos 51,6 pontos registados em março. Apesar de se tratar da leitura mais baixa dos últimos três meses, ficou acima da primeira estimativa que apontava para os 51,3 pontos.

Além disso, este índice permanece acima da barreira dos 50 pontos (que indica expansão), sinalizando que a atividade do setor privado está a crescer há quase seis anos consecutivos.

"O PMI da Zona Euro de abril ficou um pouco acima da estimativa rápida, embora ainda indique que a economia perdeu um pouco de dinamismo no início do segundo trimestre e que o crescimento continua preocupantemente modesto", afirma Chris Williamson, economista-chefe da Markit Economics. Os dados indicam que a economia "está a crescer a uma taxa trimestral de aproximadamente 0,2%, mas a indústria permanece presa na sua recessão mais acentuada desde 2013", acrescenta.

Enquanto a produção na indústria caiu pelo terceiro mês consecutivo, os serviços cresceram menos do que em março, com o PMI deste setor a descer de 53,3 pontos, em março, para 52,8 pontos em abril.

Por países, a Irlanda foi o que registou o aumento mais forte da atividade, seguida de perto por Espanha, embora o crescimento no país vizinho tenha sido o mais fraco em sete meses, com a incerteza política a levar ao adiamento de algumas decisões de gastos.

Ver comentários
Saber mais PMI Zona Euro indústria serviços
Outras Notícias