Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Confiança dos empresários alemães sobe inesperadamente em Novembro

O índice que mede a confiança dos empresários alemães subiu de 108,2 pontos, em Outubro, para 109 pontos, em Novembro, quando os economistas esperavam que o índice ficasse inalterado.

15º Alemanha - Pontuação 69
Rita Faria afaria@negocios.pt 24 de Novembro de 2015 às 10:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A confiança dos empresários alemães subiu, inesperadamente, em Novembro, apesar de as exportações estarem a ser fortemente penalizadas pelo abrandamento das economias emergentes, e do recente escândalo da Volkswagen, que abalou a confiança dos agentes económicos.

O índice do Instituto Ifo que mede o sentimento dos empresários subiu de 108,2 pontos, em Outubro, para 109 pontos, em Novembro, quando os economistas esperavam que o índice ficasse inalterado.

As empresas alemãs estão a lutar para lidar com uma desaceleração da economia global, o escândalo na maior fabricante automóvel do país, uma crise de refugiados, e agora, uma ameaça à confiança dos consumidores da Zona Euro, após os ataques de Paris e o bloqueio em Bruxelas.

Ainda assim, o desemprego e as taxas de juro em mínimos estão a suportar a procura interna na maior economia europeia, numa altura em que o BCE ainda poderá acrescentar mais estímulos à economia do euro.

Esta terça-feira, foi divulgado que a economia alemã cresceu 0,3% no terceiro trimestre deste ano face aos três meses anteriores, e 1,7% em comparação com o mesmo período de 2014.

O crescimento do PIB da Alemanha foi impulsionado pelo consumo das famílias e pelos gastos do Governo, cuja evolução impediu uma recessão na maior economia da Europa. O consumo privado avançou 0,7% no período entre Julho e Setembro, enquanto os  gastos governamentais aumentaram 1,3% no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento mais elevado desde o início de 2009. 

Ver comentários
Saber mais Confiança dos empresários Alemanha empresas PIB Instituto Ifo
Outras Notícias