Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Almofada de liquidez custa cada vez menos

A avaliar pelo custo da emissão de dívida de curto prazo, a almofada já não custa nada. Até gera rendimento. Cristina Casalinho reafirma que o objectivo é pré-financiar sempre entre 40% e 50% das necessidades dos 12 meses seguintes.

Cristina Casalinho IGCP
Bruno Simão
Margarida Peixoto margaridapeixoto@negocios.pt 11 de Setembro de 2018 às 22:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Manter a almofada de liquidez das administrações públicas tem um custo cada vez mais baixo. Aliás, numa das ópticas de análise desta estratégia de prudência seguida pelo Tesouro português, a almofada até dá lucro.

No final de Julho, o saldo de tesouraria das administrações públicas superava os 10 mil milhões de euros, adiantou Cristina Casalinho, presidente da Agência de Gestã...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Dívida pública almofada de liquidez IGCP Tesouro custos de financiamento
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias