Finanças Públicas Dívida pública quase inalterada em 252 mil milhões de euros em setembro

Dívida pública quase inalterada em 252 mil milhões de euros em setembro

A meta do Ministro das Finanças, Mário Centeno, para a dívida das administrações públicas este ano é de 119,3% do PIB. Assumindo a estimativa mais recente para o PIB, o valor está neste momento abaixo do projetado pelo Governo.
Dívida pública quase inalterada em 252 mil milhões de euros em setembro
EPA
Margarida Peixoto 04 de novembro de 2019 às 11:17
A dívida pública ficou quase inalterada em setembro, em 252,3 mil milhões de euros, na ótica de Maastricht, revelou esta segunda-feira, 4 de novembro, o Banco de Portugal. Assumindo o valor estimado do PIB nominal para este ano, a dívida está em 118,8% do PIB, um pouco abaixo da projeção mais recente apresentada pelo ministro das Finanças.

Segundo o banco central, a dívida pública bruta aumentou 231 milhões de euros em setembro, face a agosto. Porém, líquida de depósitos das administrações públicas, baixou de 233,1 mil milhões de euros para 232,4 mil milhões. O Banco de Portugal explica que o aumento se deveu essencialmente "ao aumento das responsabilidades em depósitos parcialmente compensado pela diminuição dos títulos de dívida e dos empréstimos."

O Banco de Portugal não divulga ainda a estimativa do peso da dívida pública no PIB – o indicador mais relevante para avaliar a tendência da dívida pública. Porém, assumindo uma estimativa de PIB nominal de acordo com as projeções publicadas pelo Ministério das Finanças no esboço de orçamento do Estado enviado para Bruxelas, a dívida pública está neste momento em 118,8% do PIB, abaixo da meta de 119,3%.

Ainda assim, importa sublinhar que o valor da dívida pública apresenta alguma volatilidade mensal, consoante as idas ao mercado para financiamento e posterior abatimento de dívida.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI