Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sá Pinto e Rui Costa não deram apoio político a Sócrates

Sá Pinto e Rui Costa disseram, esta terça-feira, 26 Fevereiro, no tribunal de Oeiras que Rui Pedro Soares não lhes pediu para apoiarem José Sócrates.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2013 às 13:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Os dois ex-jogadores de futebol, que tiveram contratos assinados com a Portugal Telecom, garantiram esta terça-feira, 26 de Fevereiro, no Tribunal de Oeiras que Rui Pedro Soares não lhes pediu para apoiarem José Sócrates.

 

"Claramente não, nem explicita nem sem ser explicitamente". A afirmação de Rui Costa, dirigente do Benfica e ex-jogador de futebol, foi feita quando questionado no Tribunal de Oeiras se Rui Pedro Soares alguma vez tinha pedido para apoiar José Sócrates. Rui Costa garantiu que apenas falou com o ex-administrador da PT sobre o contrato de imagem para a PT, no qual Rui Costa se tornou num dos embaixadores da PT. Rui Costa garantiu, ainda, ter sido contactado, há uns anos, pela PT para analisar a entrada como investidor da PT África, o que não se chegou a concretizar.

 

Rui Costa manteve um contrato com a PT durante três anos. "Os três grandes voltam à escola", era o tema da campanha associada a esse contrato. A PT fez contratos, nesse âmbito, com Rui Costa, Sá Pinto e Vítor Baía. Rui Costa e Sá Pinto foram ouvidos esta terça-feira em Oeiras, no âmbito do processo "Taguspark". Vítor Baía será ouvido segunda-feira, 4 de Março.

 

Rui Costa disse mesmo que nunca apoiou ninguém na política. "Este gajo da bola não foi abordado para tal coisa", disse Rui Costa quando confrontado com o teor de uma escuta telefónica em que Paulo Penedos disse que todos os gajos da bola com quem Rui Pedro Soares tropeça fazem contratos com o PS. "Nem sequer fui convidado pelo Dr. Rui Pedro Soares a apoiar candidatos a nada. O meu contrato não tem nada a ver com isso".

 

Rui Costa assumiu que não dá o seu apoio político. Já Sá Pinto garantiu ter manifestado apoio a várias figuras ligadas à política como Santana Lopes, Cavaco Silva, António Costa e Jorge Sampaio, mas diz nunca ter falado com Rui Pedro Soares sobre política.

 

Os depoimentos de Rui Costa e Sá Pinto acabaram por ser também abonatórios para Figo, já que os ex-jogadores defenderam o colega. Rui Costa disse não acreditar que Figo se fizesse pagar por apoios políticos e defendeu o valor do contrato que Figo fez com a Taguspark, lembrando que Figo foi Bola de Ouro, o prémio mais cobiçado, em termos individuais, de um jogador de futebol. É o valor de mercado, disse. 

 

Os jogadores hoje ouvidos lembram, ainda, que ao serviço da selecção até prescindiram de alguns prémios de jogo, já que havia jogos feitos para apoiar instituições de solidariedade social.

 

Rui Costa e Sá Pinto prestaram declarações no âmbito do caso Taguspark, um processo que remonta a 2009/2010, como testemunhas arroladas por Rui Pedro Soares. Os arguidos (Rui Pedro Soares, Américo Thomati e João Carlos Silva) são acusados de corrupção passiva para acto ilícito. Isto porque a acusação entendeu que no âmbito das suas funções na Taguspark foi feito um contrato com Luís Figo, por esta empresa, mas cujo objectivo último era apoiar a campanha eleitoral de José Sócrates. Os arguidos chegam a tribunal porque foi entendido que a Taguspark era uma empresa pública. Só os funcionários públicos podem responder por corrupção passiva para acto ilícito.

Ver comentários
Saber mais Sá Pinto Rui Costa José Sócrates Taguspark Rui Pedro Soares
Mais lidas
Outras Notícias