Angola Eni faz descoberta de petróleo em Angola com potencial de 200 milhões de barris

Eni faz descoberta de petróleo em Angola com potencial de 200 milhões de barris

A petrolífera italiana anunciou nova descoberta de petróleo num bloco offshore angolano, estimando-se uma capacidade de produção de 5.000 barris por dia. A extracção deverá começar no próximo ano.
Eni faz descoberta de petróleo em Angola com potencial de 200 milhões de barris
Lisi Niesner/Bloomberg
Lusa 10 de dezembro de 2018 às 13:21

A petrolífera italiana Eni anunciou esta segunda-feira, 10 de Dezembro, um nova descoberta de petróleo no campo Afoxé, no Bloco 15/06, no offshore de Angola, que poderá representar uma produção total entre 170 e 200 milhões de barris de crude.

 

"Em Afoxé-1 NFW, a Eni alcançou uma nova descoberta de petróleo, localizada a sudeste da área do Bloco 15/06, a aproximadamente 120 quilómetros da costa, 50 quilómetros a sudoeste de Olombendo FPSO e a 20 quilómetros a oeste do local onde foi confirmada a mais recente descoberta de Kalimba-1", refere a petrolífera em comunicado.

 

Os testes ainda não estão completos mas as pesquisas intensivas já feitas indicam para uma capacidade de produção de 5.000 barris de petróleo por dia.

 

As novas descobertas de Kalimba e Afoxé representam juntas um potencial de 400 - 500 milhões de barris de crude de alta qualidade, o que constitui um novo cluster de petróleo que pode ser explorado conjuntamente com um novo conceito de desenvolvimento.

 

Esta descoberta em Afoxé foi a última confirmação do potencial para exploração de petróleo no lado sul do Bloco 15/06, previsivelmente considerado também com potencial para exploração de gás natural.

 

A petrolífera italiana acrescenta que está a planear avançar com quatro novas explorações, passo a passo, no Bloco 15/06 ao longo de 2019.

 

"A Eni está empenhada no desenvolvimento desta descoberta, que a coloca a empresa na melhor posição no mercado, e irá ao mesmo tempo avançar para novos campos de exploração com o objetivo de atingir um crescimento médio da produção naquele país", refere o presidente executivo da Eni, Claudio Descalzi, citado no comunicado.

 

A Eni está em Angola desde 1980, país onde já produz o equivalente a 150 000 barris de petróleo por dia.

 

O Bloco 15/06 está a ser desenvolvido em joint venture entre a Eni (com 36,84%, e operadora neste bloco), Sonangol P&P (36,84%) e a SSI Fifteen Limited (com 26,32%).




pub

Marketing Automation certified by E-GOI