Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Papa ofereceu a Trump cópia de encíclica sobre alterações climáticas

Céptico relativamente aos efeitos das alterações climáticas, Donald Trump recebeu do Papa uma cópia da encíclica papal que Francisco pronunciou alertando para as implicações das mudanças ambientais.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 24 de Maio de 2017 às 16:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Donald Trump não imaginaria que a lembrança preparada pelo Papa Francisco fosse uma cópia da encíclica papal que o santo padre escreveu, em 2015, alertando para as implicações das alterações climáticas.

 

Depois de terminado o encontro de cerca de 30 minutos entre o presidente dos Estados Unidos e o chefe da igreja católica, que decorreu esta quarta-feira, 24 de Maio, no Vaticano, o Papa juntou-se aos muitos críticos das políticas seguidas por Trump em matéria ambiental e energética, oferecendo-lhe uma cópia daquela que é a segunda encíclica assinada por Francisco I, titulada "Sobre o cuidado com a nossa casa comum".

 

Por sua vez, Donald Trump, que esta quarta-feira vai ainda encontrar-se com o primeiro-ministro italiano Paolo Gentiloni, antes de seguir para Bruxelas onde participará numa reunião da NATO, ofereceu ao Papa uma edição especial que compila os vários trabalhos escritos pelo activista pelos direitos humanos e de igualdade, Martin Luther King.

 

Apesar de o Vaticano ter referido, em comunicado, que no encontro entre os dois líderes o tema tratado foi a promoção da paz, com especial ênfase para os cuidados de saúde, imigração e educação, parece indiscutível que prenda oferecida a Trump mostra que o Sumo Pontífice, em contraste com o presidente americano, atribui particular importância à questão das alterações climáticas.

 


Durante a campanha para a presidência norte-americana, Donald Trump defendeu ser necessário reverter as políticas ambientais seguidas pela administração Obama, em particular as medidas decorrentes do Acordo de Paris, considerando mesmo que as alterações climáticas não passam de uma "farsa" inventada pela China para prejudicar as principais economias rivais da chinesa.

 

Chegado à Casa Branca, uma das principais vitórias conseguidas até ao momento por Trump assenta precisamente na anulação, através de ordem executiva, de várias regulações sobre protecção ambiental adoptadas pelo anterior presidente, Barack Obama. Em sentido inverso, Trump promoveu o aumento da produção de energia com base em combustíveis fósseis. Sintomática tinha sido já a escolha de Scott Pruitt para a liderança da Agência de Protecção Ambiental (EPA), alguém próximo da indústria dos combustíveis fósseis e um céptico declarado quanto à relevância da intervenção humana na origem das alterações climáticas. 

 

Na encíclica de 2015, o Papa assinalou que "a cada ano assistimos ao desaparecimento de milhares de plantas e espécies animais que nunca conheceremos, que os nossos filhos nunca verão, porque terão sido perdidas para sempre". Francisco responsabilizava também os países mais ricos pelo aquecimento global e alertava para os riscos relacionados com a escassez da água potável, "um direito básico e universal da humanidade".

Ver comentários
Saber mais Donald Trump Papa Francisco Vaticano Acordo de Paris Alterações Climáticas Barack Obama Martin Luther King Ambiente
Mais lidas
Outras Notícias