Política Rio: Oposição está mais forte porque pessoas estão menos “iludidas” com o Governo

Rio: Oposição está mais forte porque pessoas estão menos “iludidas” com o Governo

O presidente do PSD, Rui Rio, considera que a oposição ao Governo e à “geringonça” está mais forte em consequência de a realidade mostrar que o país não está tão bem como o Executivo o apresenta. O líder social-democrata falava em entrevista à Rádio Renascença.
Rio: Oposição está mais forte porque pessoas estão menos “iludidas” com o Governo
Negócios 12 de julho de 2018 às 09:48

O presidente do PSD, Rui Rio, considera, em entrevista à Rádio Renascença, que a oposição ao Governo e à "geringonça" está mais forte em consequência de a realidade mostrar que o país não está tão bem como o Executivo o apresenta.

"Cada dia que passa fica mais clara a diferença entre o discurso que o Governo faz sobre a situação do país e a realidade, sem prejuízo de haver coisas que estão melhor", afirma Rio. "Mas também estão melhor porque, primeiro, os ajustamentos foram feitos no tempo da troika, segundo, a economia europeia e mundial começou a crescer e arrasta a economia portuguesa", acrescenta.

O líder "laranja" acusa o Executivo liderado por António Costa de não ter feito "reformas concretas, medidas concretas indutoras do crescimento". "Há o aproveitamento de uma situação mais favorável. Parece-me que isto não é hoje evidente para os portugueses todos, mas é cada dia mais evidente para mais portugueses", sublinha.

O presidente do PSD acredita que PCP e BE vão acabar por viabilizar o Orçamento de Estado para 2019 (OE2019). Rio diz que, neste momento, o PS já está a tentar culpar os partidos à sua esquerda caso não haja acordo para a aprovação do OE2019, e o PCP e BE estão a culpar o PS. Contudo, Rui Rio está convicto que chegará uma altura em que se aperceberão que ficam todos a perder e acabará por haver acordo.

Rio considera que "a oposição está numa situação hoje mais confortável do que estava há um ano ou dois" porque o discurso oficial e a realidade do país não coincidem. "Há um ano as pessoas ainda andavam mais iludidas", assinala. 

O líder social-democrata mostra-se optimista quanto à recuperação do PSD face ao PS. Rio lembra que quando chegou à presidência do PSD havia a convicção de que o PS ganharia facilmente as próximas legislativas e até com maioria absoluta. "Hoje, dizem 'maioria absoluta não têm de certeza' ...", afirma. "E eu penso que, daqui por uns tempos, vão dizer ao contrário ‘vão perder’ e vão dizer ‘eles vão perder e o PSD vai ganhar’", conclui.




pub