Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

França vai encerrar escolas, universidade e creches mas mantém eleições autárquicas de domingo

A França vai encerrar todas as escolas, universidades e creches a partir da próxima segunda-feira para tentar conter a pandemia do Covid-19, anunciou o presidente francês, Emmanuel Macron. Mas as eleições autárquicas do próximo domingo mantêm-se.

#15 - Emmanuel Macron
Philippe Wojazer/Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 12 de Março de 2020 às 19:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A França vai encerrar todas as escolas, universidades e creches a partir da próxima segunda-feira para tentar conter a pandemia do Covid-19, anunciou o presidente francês, Emmanuel Macron, que se dirigiu ao país numa mensagem presidencial transmitida pelas televisões. Apesar da situação, as eleições autárquicas do próximo domingo mantêm-se, confirmou o chefe de Estado.

Todos os estabelecimentos de ensino, que incluem ainda colégios privados, permanecerão encerrados "até ordem em contrário", referiu.

Emmanuel Macron pediu às pessoas mais idosas e as que sofram de doenças crónicas, mais vulneráveis à pandemia, que permaneçam em casa. "Na maioria dos casos, o Covid-19 não é perigoso, mas é perigoso para os nossos compatriotas mais frágeis", disse.

Esta é "a mais grave crise de saúde pública que a França conhece no último século", frisou, apelando aos franceses que "limitem ao máximo as deslocações e privilegiem o teletrabalho".

"A prioridade absoluta para a nossa nação é a nossa saúde", assegurou. Mas, acrescentou, "tudo será feito para proteger as empresas e os trabalhadores...custe o que custar".

Macron considerou que as decisões hoje anunciadas pelo Banco Central Europeu (BCE) "são insuficientes" e revelou que o Eliseu vai tentar uma cooperação com o presidente dos EUA, Donald Trump, e uma maior coordenação europeia.


França conta atualmente com 2.876 casos confirmados do novo coronavírus, registando ainda 61 mortos, de acordo com o mais recente balanço do Ministério da Saúde gaulês.

(Notícia atualizada às 19:46)

Ver comentários
Saber mais França Emmanuel Macron Covid-19 escolas
Mais lidas
Outras Notícias