Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Há condições para se evitar o confinamento total em Portugal

Numa altura em que a propagação do coronavírus em Portugal está em forte aceleração, Ricardo Mestre, da Administração Central do Sistema de Saúde, acredita existirem condições para não ser necessário repetir o confinamento total no país.

DR
Filipe S. Fernandes 13 de Outubro de 2020 às 19:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Portugal tinha um conjunto de necessidades em saúde identificadas e a que o SNS vinha a dar resposta quando foi impactado por esta pandemia que atinge fortemente os sistemas de saúde. A reação de Portugal implica questões de financiamento, de reorganização, mas também colocar em causa os padrões tradicionais de cuidados.

Com o Orçamento Suplementar de 2020 o Governo alavancou recursos para a Saúde e para Economia. É um passo importante mas não é suficiente, porque é preciso que se "use cada vez melhor o dinheiro disponível na Saúde", defendeu esta terça-feira Ricardo Mestre, vogal da Administração Central do Sistema de Saúde, na conferência "Investir em saúde no pós-covid19" organizada pelo Negócios e a Janssen. "Há mais recursos, há mais pessoas mas a organização tem de responder", assinalou. Recentemente foi publicado, e está em afinação, o que é o plano Outono-Inverno e que define todas as intervenções do sistema para resposta do país conforme os planos de contingência.

Este é o processo de planeamento que temos de garantir que acontece e que tem de ser colocado ao serviço da resposta a esta pandemia "sem esquecer as outras necessidades em saúde", sublinhou.

"As instituições têm feito um processo de adaptação e aprendizagem. Na primeira reação houve o confinamento total do país e creio que há condições para não se repetir nos mesmos moldes. Hoje há mais conhecimento, há mais capacidade e preparação para lidar com a resposta às pessoas que têm a doença Covid-19, e a quem não tem", indicou Ricardo Mestre.

Está a ser feito o trabalho por parte dos hospitais e dos centros de saúde, dos profissionais, em relação ao inverno. No plano de Outono-Inverno existe um conjunto de níveis de intervenção que são da responsabilidade direta das instituições, que tem vários níveis de ativação dentro do contexto epidemiológico. Nesse plano estão incluídas respostas fora da resposta direta hospitalar "que estão previstas ser asseguradas", rematou.

Ver comentários
Saber mais SNS Ricardo Mestre covid-19 confinamento
Mais lidas
Outras Notícias